Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Instrumento Crítico – Revista de Estudos da Linguagem?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

Código de Conduta e Boas Práticas

A Revista de Insrtrumento Crítico segue as diretrizes do Código de Conduta e Boas Práticas do Comitê de Ética na Publicação ( COPE ) . As submissões devem atender a estas diretrizes: para conhecer o código, consulte o texto original em inglês .

Regras para submissão 

1. Normas gerais

a) A Revista Instrumento Crítico dedica-se à publicação de artigos de alta qualidade sobre questões referentes à Linguística, à Literatura e ao ensino de língua, preferencialmente a portuguesa, e aceita submissões eletrônicas de textos originais e não publicados (artigos e resenhas). Os autores são encorajados a enviar arquivos suplementares com dados, corpora, arquivos de som, codificação ou quaisquer outros elementos que possam enriquecer seu artigo e ajudar os leitores a apreciá-lo.

b) Cada autor pode submeter apenas um texto por edição da revista e, depois de ter publicado um texto, só poderá publicar outro após um período de espera de 3 edições.

c) O texto não pode ser submetido concomitantemente a outro periódico.

d) Os textos devem ser escritos em português.

e) Para submissões de múltiplos autores, todos os autores devem estar registrados como usuários do periódicoO autor responsável pela submissão deve declarar a contribuição de cada autor para o trabalho após a submissão .

f) O texto submetido deve ser devidamente revisado e editado pelo autor. O comitê editorial, quando julgar necessário, fará mais revisões e mudanças de estilo e textuais. Textos que não cumpram com os padrões de forma, estilo e conteúdo da revista serão rejeitados.

g) É proibida a reprodução para fins comerciais de qualquer texto publicado na revista.

h) A reprodução de um texto publicado na revista em outras publicações deve ser previamente autorizada pelo Editor.

2. Formatação

a) Comprimento entre 6.000 e 15.000 palavras (do título até referências bibliográficas) para artigos e resenhas.

b) Formato de página A4, fonte Times New Roman tamanho 12 (exceto quando outro padrão é indicado), espaço simples entre linhas, parágrafos com recuo na primeira linha de 1,25 cm, margem de 3 cm (superior e esquerda) x 2 cm (inferior e à direita), formato doc ou docx.

c) O título no idioma original do artigo deve estar em negrito, tamanho da fonte 14 e centralizado. Sua tradução para o inglês, para artigos escritos em português, deve vir na linha abaixo, centralizada, em negrito e em itálico com o mesmo tamanho de fonte.

d) O texto não pode conter os nomes dos autores nem sua afiliação acadêmica. Caso haja menção no texto e / ou nas referências dos trabalhos pelos autores da submissão, o nome dos autores e todas as referências devem ser substituídas por XXXXX, mantendo-se apenas a data de publicação. Portanto, a referência deve aparecer como, por exemplo: XXXXX (2016).

e) O resumo do artigo deve vir duas linhas abaixo do título traduzido. A palavra Resumo deve aparecer em negrito e sem itálico, seguida de dois pontos. O texto do resumo deve começar após a palavra no mesmo parágrafo. O resumo deve seguir as normas ABNT NBR 6028: 2003 ; portanto, deve conter objetivo, método, resultados e conclusões do artigo; deve ser escrito em frases concisas em um único parágrafo; preferência por verbos na voz ativa e na terceira pessoa do singular; o comprimento deve estar entre 100 e 250 palavras.

f) As palavras-chave devem aparecer logo abaixo do resumo. A expressão Palavras-chave deve aparecer em negrito e sem itálico, seguida de dois pontos. As palavras-chave devem estar em letras minúsculas, separadas por ponto-e-vírgula, sem negrito ou itálico, e finalizadas por um ponto.

g) Abstract e Ketwords devem vir logo após o resumo em português e deverão seguir as mesmas instruções de formatação. 

h) Os títulos das seções devem vir sem recuo, com algarismos arábicos (os números não devem ser seguidos de um ponto), em negrito e capitalizados apenas no início. A numeração não deve incluir as referências. Entre o parágrafo anterior e o subtítulo e entre o subtítulo e o parágrafo seguinte, duas linhas em branco devem ser deixadas.

i) Dentro do texto, os títulos dos livros devem estar em itálico (maiúsculas apenas no início, exceto no caso de nomes próprios); e os artigos de revistas, entre aspas.

j) As palavras que requerem tradução ou comentários devem estar em itálico, seguidas de tradução ou comentários entre aspas e parênteses. Exemplos devem ser escritos de acordo com as Regras de Lustragem de Leipzig (COMRIE, HASPELMATH & BICKEL, 2008)

k) Os agradecimentos devem vir após o último parágrafo do texto e antes das referências. Agradecimentos a agências de apoio, colegas, revisores e instituições de apoio são encorajados como reconhecimento justo dos esforços colaborativos para alcançar a excelência.

l) As ilustrações, gráficos e tabelas devem ter sua fonte indicada, caso não tenham sido produzidas pelo autor do texto submetido e tenham o consentimento do autor, caso pertençam a terceiros. Imagens e figuras devem ter uma qualidade mínima de 400 pixels.

m) As páginas devem ser numeradas no topo à direita.

n) Notas explicativas devem aparecer como notas de rodapé, com continuação da numeração arábica ao longo do texto.

o) Caso mais de uma referência do mesmo autor apareça na seção Referências, o nome do autor deve ser repetido. Não use uma linha contínua para indicar a repetição da autoria.

p) Quanto à autoria, a submissão deve obedecer ao disposto na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 : “Pessoa que simplesmente auxiliou o autor na produção do trabalho literário, artístico ou científico, revendo-o, atualizando-o, além de supervisionar ou dirigir sua publicação ou apresentação por qualquer meio, não é considerado co-autor ”(Art. 15, § 1).

3. Citação

a) As citações devem seguir o sistema autor-data, conforme ABNT NBR 10520: 2002 .

b) Formas básicas de citação são apresentadas e exemplificadas abaixo:

Autor de citação fora de parênteses: letra maiúscula inicial seguida de minúsculas com ano e página.

Segundo Elia (1979, p. 15), Bopp estabeleceu a base para a identificação da relação entre as línguas.

Autor de citação entre parênteses: apenas letras maiúsculas com ano e página.

Sabe-se hoje que a tese de que o latim vulgar era homogêneo não pode ser sustentada (ELIA, 1979, p. 42).

Citação indireta: não use aspas, mas indique autor, data e página.

Para Elia (1979, p. 2), existe uma relação de parte-todo entre filologia e linguística.

Citação direta com menos de três linhas: use aspas duplas, indicando autor, data e página; use aspas simples para citações dentro da citação.

 “Línguas de povos conquistadores que influenciam a linguagem dos povos conquistados sem absorvê-lo” são chamadas de superstrato (ELIA, 1979, p. 110).

Citação direta com mais de três linhas: parágrafo com recuo de 4 cm, tamanho da fonte 10, sem itálico e aspas, indicando no final, entre parênteses, autor, data e página.

Como Elia se lembra do método de Bopp,

Um dos resultados mais importantes do método foi a classificação genealógica de línguas, segundo a qual um grupo de línguas é estendido a um ancestral comum (eslavo comum, germânico comum, latim comum ...), dos quais esses são estágios ou diferenciações. (ELIA, 1979, p. 5)

Intervenções em citação direta: reticências entre parênteses para deleções; interpolações, acréscimos ou comentários entre parênteses; ênfase ou destaque em itálico.

 As línguas de conquistar povos que influenciaram a língua dos povos conquistados sem [...] absorvê-lo são chamadas de superstrato (ELIA, 1979, p. 110).

Citação de mais de uma obra do mesmo autor publicada no mesmo ano: adicionar letra minúscula, em ordem alfabética, após a data e sem espaço no texto e nas referências.

O português foi incluído em estudos românicos no Brasil (ELIA, 1979a, 1979b).

Citação de mais de um trabalho do mesmo autor publicado em anos diferentes: separe o ano com uma vírgula.

Elia (1961, 1989) discutiu a questão do português brasileiro.

Citação de trabalhos com mais de um autor: separe cada autor com ponto e vírgula.

Diferenças dialetais entre o português brasileiro e o lusitano aparecem em diferentes níveis lingüísticos (CUNHA; CINTRA, 1985, p. 9-24).

Citação de trabalhos de diferentes autores: separados por cada trabalho com ponto e vírgula em ordem alfabética.

A lingüística românica tem sido discutida no Brasil por diversos estudiosos (ELIA, 1979; MIAZZI, 1976).

Citação de um trabalho de outro trabalho: indicar autor e ano da citação, adicionando a expressão apud e indicar autor, ano e página do trabalho em que a citação foi feita.

Como notara Meillet (1917-1919, p. 230 apud ELIA, 1979, p. 4), “os romanistas são imitentes no que diz respeito à gramática comparada às línguas indo-européias, como os mauvais cotés”.

e) Para outros casos, recomenda-se consultar diretamente o texto das normas ABNT NBR 10520: 2002 .

4. Referências

a) As referências devem vir após o último elemento do texto ou após os agradecimentos, se houver. Eles devem estar em ordem alfabética, sem recuo na segunda linha, com alinhamento justificado e sem pular a linha em branco de uma referência para outra.

b) As referências devem seguir as normas da ABNT NBR 6023: 2002 .

c) Formas básicas de referência são apresentadas e exemplificadas abaixo:

Livro: autores (com nomes e sobrenomes abreviados), título (em itálico) e subtítulo (sem itálico), edição, local, editora e data de publicação.

ELIA, S. Preparação à linguística românica . 2. ed. rev. e aum. Rio de Janeiro: o Livro Técnico, 1979.

Tese, dissertação ou monografia: autor, título, data, número de páginas, tipo de documento, grau, unidade acadêmica, instituição, cidade e data.

PONTES, E.  Sobre o conceito de sujeito. 1984. 349 p. Tese (Concurso de Professor Titular do Departamento de Linguística e Teoria da Literatura) - Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, 1984.

Capítulo do livro: autores, título do capítulo, expressão In: referência completa do livro e paginação. Para o capítulo do livro do mesmo autor, use cinco traços baixos seguidos de um ponto no lugar do nome do autor. Para organizadores ou coordenadores, (Org.). ou (Coord.) são empregados, respectivamente.

BITTENCOURT, V. A filologia no Brasil. Em: GONÇALVES, GR; RAVETTI, G. (Orgs.) Lugares críticos : línguas, culturas, literaturas. Belo Horizonte: Orobó / Faculdade de Letras da UFMG, 1998. p. 171-184.

Artigo na revista: autores, título do artigo, título da revista, local de publicação, volume ou ano, edição, página inicial e final, data.

DINIZ, DCB Cartas inéditas de Dom Pedro II a Henri Gorceix: tradução e comentário. Caligrama , Belo Horizonte, v. 15, n. 1, p. 125-142, 2010.

Peça de jornal: autores (se houver), título da peça, título do jornal, local, data, seção ou parte do jornal e páginas correspondentes.

SALLES, W. A língua de cesária aproxima o Brasil de Cuba e Cabo Verde. Folha de São Paulo , São Paulo, 28 abr 2001. Folha Ilustrada, Caderno E, p. 10

Trabalho publicado apresentado em evento: autores, título do trabalho, expressão In :, nome do evento, numeração do evento (se houver), ano e local (cidade) onde o evento foi hospedado, título do documento (anais, atas, etc) .), local, editora, data de publicação e página inicial e final da parte referenciada.

MEGALE, H. Matéria de Bretanha: da França ao ocidente da Península Ibérica. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ROMÂNICOS, 2, 1994, Belo Horizonte. Anais ... Belo Horizonte: Departamento de Letras Românticas / Faculdade de Letras / Universidade Federal de Minas Gerais, 1995. p. 11-21.

Documento disponível exclusivamente em meio eletrônico (bancos de dados, sites, programas, mensagens de e-mail etc.): autores, título do serviço ou produto, versão (se houver) e descrição física do meio eletrônico.

HOUAISS, A. et al. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa . Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. 1 CD-ROM.

d) Se qualquer um dos trabalhos referenciados estiver disponível on-line, seus dados devem necessariamente ser indicados: endereço do site, apresentado entre <> sinais, precedido pela expressão Disponível em :, e a data de acesso do documento (mês abreviado, dia e ano completo, separado por espaço), precedido da expressão Acesso em: 

DINIZ, DCB Cartas inéditas de Dom Pedro II a Henri Gorceix: tradução e comentário. Caligrama , Belo Horizonte, v. 15, n. 1, p. 125-142, 2010. Disponível em: <http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/caligrama/article/view/155/109>. Acesso em: 31 de outubro de 2014.

e) Para outros casos, consulte as normas da   ABNT NBR 6023: 2002 .

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  2. O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  3. URLs para as referências foram informadas quando possível.
  4. O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  6. Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
 

Declaração de Direito Autoral

Os autores que publicam neste periódico concordam com o seguinte:

1. Os autores detêm os direitos autorais dos artigos publicados; os autores são a única parte responsável pelo conteúdo dos artigos publicados; o artigo publicado está licenciado sob uma Licença de Atribuição Creative Commons que permite o compartilhamento da publicação, desde que haja reconhecimento de autoria e publicação pela Revista Instrumento Crítico.

b. Os autores devem buscar permissão prévia do periódico para publicar seus artigos como capítulos de livros. Tais publicações devem reconhecer a primeira publicação pela Revista Instrumento Crítico.

c. Os autores podem publicar e distribuir seus trabalhos (por exemplo, em repositórios institucionais, sites de autores) a qualquer momento durante ou após o processo editorial pela Revista Instrumento Crítico.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.