VOCÊ ME CONHECE? A HISTÓRIA DE ALGUNS CARNAVALESCOS DE PORTO VELHO

Ítalo Lima de Moura

Resumo


Este artigo aborda, entre outras coisas, alguns aspectos carnavalescos da cidade de Porto Velho, mas particularmente centra-se na vida e na trajetória histórica dos principais sambistas e carnavalescos da cidade. Você sabe quem eu sou? A pergunta evoca a memória, a muitas vidas que se entregaram aos prazeres de momo e se quer são lembrados em algum momento de nossa História. A História cultural e o estudo de cultura ainda tem sido uma preocupação recente dentro da academia rondoniense. Este artigo vem contribuir para o alargamento do campo cultural a ser desenvolvido em Porto Velho, fruto de preocupações e inquietações acerca da História e Cultura de Rondônia. Na Amazônia, o carnaval ganhou elementos próprios das culturas regionais e em Porto Velho, seus registros datam da década de 1920. Ao longo do século XX, as manifestações carnavalescas foram revistas e reorganizadas, quer por influência dos modelos dominantes do Sudeste e Nordeste, quer por conta das sucessivas ondas migratórias experimentadas pela cidade. Bailes, Blocos e Escolas de Samba marcaram a primeira metade do século XX. Utilizaremos as memórias de personalidades carnavalescas, líderes de blocos e escolas de samba, jornais, revistas e fotografias e outras fontes documentais que possam nos ajudar no entendimento dos festejos carnavalescos locais e os processos de reorganização pelos quais evento passou. Mas o foco do trabalho está na memória e na história do que nas palavras de Maria Clementina Pereira Cunha (2002) se converte nas “agentes que promovem a festa”.

 

This article approaches, among other things, some carnival aspects of the city of Porto Velho, but particularly it is centered in the life and in the main samba dancers' historical path and carnival of the city. Who do you know I am? The question evokes the memory, to a lot of lives that surrendered to the momo pleasures and it is wanted are reminded in some moment of our History. The cultural History and the culture study has still been a recent concern inside of the academy rondoniense. This article comes to contribute for the enlargement of the cultural field to be developed in Porto Velho, fruit of concerns and inquietudes concerning the History and Culture of Rondônia. In the Amazonian, the carnival won own elements of the regional cultures and in Porto Velho, their registrations date from the decade of 1920. Along the century XX, the carnival manifestations were reviewed and reorganized, he/she wants for influence of the dominant models of the Southeast and Northeast, he/she wants due to the successive experienced migratory waves for the city. Dances, Blocks and Schools of Samba marked the first half of the century XX. We will use the memoirs of carnival personalities, leaders of blocks and samba schools, newspapers, magazines and pictures and other documental sources that can help us in the understanding of the local carnival feasts and the reorganization processes for the which event passed. But the focus of the work is in the memory and in the history than in Maria's words Clementina Pereira Cunha (2002) he/she turns into the "agents that promote the party."


Palavras-chave


Carnaval em Porto Velho, Identidade Social, Escolas de Samba, Blocos, Bailes.

Texto completo:

PDF


Campus da Universidade Federal de Rondônia

Centro de Documentação e Estudos Avançados sobre Memória e Patrimônio de Rondônia - CDEAMPRO

BR 364, Km 9,5 - CEP: 78900-000 - Porto Velho - RO

E-mail: luciano_leal_lima@msn.com