SOCIOLINGUÍSTICA E DIALETOLOGIA AMAZÔNICA/AMAZÔNIDA: CONSIDERAÇÕES SOBRE LINGUAGEM, CULTURA, SOCIEDADE E EDUCAÇÃO

Katriana Jacaúna Farias

Resumo


A Linguagem, eixo norteador do Curso de Mestrado em Ciências da Linguagem, tem oferecido base teórica para estudos científicos sobre a linguagem humana. As discussões sobre concepções de língua/linguagem, reflexões sobre a relação entre linguagem e sociedade, linguagem e educação fizeram-se necessárias. Tudo isso, conduziu-nos, em particular, a refletir sobre a realidade Amazônica em aspectos linguísticos, sociais, culturais e educacionais na Amazônia. Declaramos que, como membro do Grupo de Pesquisas Sociolingüísticas – GEPS, que tem como parâmetros Língua, Cultura e Sociedade Amazônica/Amazônida, entre os quais estão os estudos sobre Variação Dialetal, Língua(gem) e Ensino de Língua Portuguesa Materna, teceremos considerações, neste capítulo, sobre o tema Sociolinguística e Dialetologia Amazônica/Amazônida: Linguagem, Cultura e Sociedade. Dessa maneira, cabe ao sociolinguísta considerar a relação entre língua e sociedade, como ponto de partida, uma vez que a língua existe enquanto interação social em função de um contexto sócio-histórico. Neste capítulo, saberemos um pouco sobre Sociolinguística e Dialetologia; Amazônia: Características da região e da sociedade; Sociolinguística em sala de aula: variação linguística e educação, contudo, sem pretensões de esgotar as discussões acerca do assunto.


Texto completo:

PDF