A disciplina metodologia do trabalho científico ministrada em dupla docência: um relato de experiência

Amanda Cristina Teagno Lopes Marques, Flavio Biasutti Valadares

Resumo


O artigo apresenta, à luz do relato de experiência, reflexões sobre a dupla docência na disciplina Metodologia do Trabalho Científico (MTC), ministrada em uma turma do curso de licenciatura em Letras Português. Tem como objetivo analisar as possibilidades e os desafios da dupla docência. Adota nos procedimentos metodológicos a ideia de sujeito da experiência, a partir da qual se analisa como a docência na Educação Superior, organizada com base no trabalho colaborativo entre docentes de áreas diferentes na mesma turma de alunos, tem o potencial de fomentar a interdisciplinaridade, contribuindo para a formação do futuro docente. Conclui que uma configuração didática em dupla docência contribui para efetivar a ampliação de conhecimento e para legitimar a importância da interdisciplinaridade na perspectiva de trabalho colaborativo na Educação Superior.


Palavras-chave


Dupla docência. Docência na Educação Superior. Metodologia do Trabalho Científico.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, M. I. Ensino com pesquisa na licenciatura como base da formação docente. In: ENCONTRO NACIONAL DE DIDÁTICA E PRÁTICA DE ENSINO. 14. 2008. Porto Alegre. Anais [...] Porto alegre: EdPUCRS, 2008. v. 01. p. 473-487.

AMARAL, A. L. A aula universitária: um espaço com possibilidades interdisciplinares. In: VEIGA, I. P. A. et al. (orgs.) Pedagogia universitária: a aula em foco. Campinas: Papirus, 2000.

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, jan./abr. 2002. Tradução João Wanderley Geraldi.

CONTRERAS, J. Autonomia de professores. São Paulo: Cortez, 2002.

DINIZ-PEREIRA, J. E.; ZEICHNER, K. M. A pesquisa na formação e no trabalho docente. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia – Saberes necessários à prática educativa. 27. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FURLANETO, E. A prática interdisciplinar. Educ & Form, p. 37-40, 1998.

LIMA, J. A. de. As Culturas Colaborativas nas Escolas: Estrutura, processos e conteúdos. Porto: Porto Editora, 2002.

LOPES, A. C. T. Educação Infantil e registro de práticas. São Paulo: Cortez, 2009.

MARQUES, A. C. T. L.; PIMENTA, S. G. É possível formar professores sem os saberes da pedagogia? uma reflexão sobre docência e saberes. Revista Metalinguagens, n. 3, p. 135-156, maio 2015.

MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 14. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

PIMENTA, S. G. Epistemologia da prática ressignificando a Didática. In: FRANCO, M. A. S.; PIMENTA, S. G. (orgs) Didática: embates contemporâneos. São Paulo: Loyola, 2010.

PIMENTA, S.G.; ANASTASIOU, L. das G. C. Docência no ensino superior. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

PIMENTA, S.G.;. Professor reflexivo: construindo uma crítica. In: PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (orgs). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002.

SCHÖN, D. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. (org.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1995, p. 77-91.

VEIGA, I. P. A.; RESENDE, L. M. G. de; FONSECA, M. Aula universitária e inovação. In: VEIGA, I. P. A. et al. (orgs). Pedagogia universitária: a aula em foco. Campinas/SP: Papirus, 2000.

VEIGA, I. P. A. A Organização didática da aula: um projeto colaborativo de ação imediata. In: VEIGA, I. P. (org.) Aula: gênese, dimensões, princípios e práticas. São Paulo: Papirus, 2008.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: ArtMed, 1998.

ZABALA, A. Enfoque Globalizador e Pensamento Complexo: uma proposta para o currículo escolar. Porto Alegre: Artmed Editora, 2002.

ZEICHNER, K. M. Para além da divisão entre professor-pesquisador e pesquisador acadêmico. In: GERALDI, C.; FIORENTINI, D.; PEREIRA, E. M. (orgs.). Cartografias do Trabalho Docente. Campinas/SP: Mercado de Letras, 1998.




DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2019.3404



Direitos autorais 2019 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.