PREVALÊNCIA DE OBESIDADE INFANTIL EM ALUNOS DO 5° ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Fabiano S. Campos, Rafaela E. G. Silva, Eliane Elicker, Adriane Corrêa da Silva

Resumo


Este estudo teve como objetivo demonstrar a prevalência de obesidade em alunos do 5° ano doensino fundamental em uma escola pública e uma escola particular de Porto Velho, a fim decomparar o índice de obesidade entre os escolares da rede publica e privada de ensino e analisar ainfluência da alimentação e da inatividade física no desenvolver dessa patologia. Sendo um estudo decampo, com caráter analítico, envolvendo uma amostra de 105 crianças, entre 10 a 12 anos, deambos os sexos. Sendo utilizado para coleta de dados, em primeiro momento, o IMC (índice demassa corporal) com 100% das crianças. Em segundo momento, aquelas que apresentaramsobrepeso e obesidade, cerca de 18 crianças, foram reavaliadas por meio das dobras cutâneas. Porultimo, foi aplicado com as mesmas, um questionário estruturado relacionado aos hábitos alimentarese a atividade física. Foi identificado através do IMC, 7 indivíduos com sobrepeso (12,96%) e 4 comobesidade (7,4%) na escola publica. Já na particular, um valor um pouco menor, cerca de 3 criançascom sobrepeso (5,88) e 4 com obesidade (7,84%). Porém, quando os mesmos, reavaliados atravésdas dobras cutâneas, foram identificados na escola pública, 3 crianças abaixo nos níveisconsiderados normais de gordura (27,27%) e 8 em níveis adequados (72,72%), sendo que na escolaparticular, 4 em níveis adequados (57,14%), 2 moderadamente alta (28,57%) e 1 com nível alto degordura no corpo (14%). Sendo observada uma inversão no numero de obesos, quando comparadoescola publica e particular.

Texto completo:

PDF