FARINHA DE OSSOS CALCINADA NA PRODUÇÃO DE CAPIM ELEFANTE

Gleibison M. Arvelino, Everton Oliveira Vieira, Jucilene Cavali, Jairo Rafael Machado Dias, Adjalma Campos França Neto, Elvino Ferreira

Resumo


O uso de diferentes fontes de Fósforo na adubação não é tema recente, mas tem adquirido maior importância nos últimos anos, devido ao preço para sua importação. Assim, mediante o uso de baldes com 10 kg de solo, objetivou-se avaliar o efeito de duas fontes de fosfato (farinha de ossos calcinada e superfosfato simples) na produção de matéria seca de capim elefante (Pennisetum purpureum Schum.). Os tratamentos consistiram na adição de doses crescentes de P2O5 (0, 100, 200 e 300 kg.ha-1) com aplicações parceladas com adubações nitrogenadas (30 kg.ha-1) a cada corte (30 dias), havendo ainda a testemunha (somente N). Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado com cinco repetições. Da variável analisada, de maneira geral, obtiveram-se níveis de produção semelhantes em relação às produções nos diferentes tempos de corte. Em termos de resposta em três cortes, os níveis de produção de matéria seca gerados pela farinha de ossos calcinada se mostraram mais eficientes em relação ao superfosfato simples.

Texto completo:

PDF


Contador de Acessos/ Access Counter


Mapa de Acessos/ Access Map