Riqueza de mamíferos de médio e grande porte em Área de Preservação Permanente do distrito de Jaci Paraná, Rondônia

Akyllam Zoppi Medeiro, Luciana Souza Araújo, Marcela Alvares Oliveira

Resumo


Os mamíferos de médio e grande porte são importantes prestadores de serviços ecológicos, tais como integrantes dos ecossistemas florestais. A presença desse componente da fauna deve ser mantida nas APPs, produzindo todos os benefícios financeiros, ecológicos e estéticos desejados. Este trabalho teve como objetivo inventariar as espécies de mamíferos de médio e grande porte domésticos e silvestres ocorrentes nas Áreas de Preservação Permanente de Jaci-Paraná, Porto Velho, Rondônia. Os dados foram coletados em três Áreas de Preservação Permanentes (APP) localizadas na região rural do distrito de Jaci-Paraná. Para o levantamento de dados foi utilizado uma modificação da metodologia de transecção linear, onde foram alocadas parcelas de 5x5 metros com uma distância de 50 metros uma da outra. Para a contabilização das espécies foram utilizados os registros diretos (avistamentos) e indiretos (fezes, pegadas e tocas). Dos registros diretos foi calculada a taxa de avistamento. Dos avistamentos diretos 11 foram registrados quatro domésticos e sete silvestres. Dos avistamentos indiretos foram coletados 113 registros sendo que três espécies foram identificadas como animais domésticos e oito como animais silvestres totalizando 11 espécies amostradas por registros indiretos. Os dados coletados adicionam o registro de quatro novas espécies para a margem direita do rio Madeira, reforçando a alta diversidade de mamíferos do estado de Rondônia. O baixo registro de animais silvestres e a presença de apenas uma espécie arborícola pode ser um indicativo de que essas áreas em sua atual configuração não exerçam a sua função de preservação da biodiversidade.


Texto completo:

PDF


Contador de Acessos/ Access Counter


Mapa de Acessos/ Access Map