Perfil de resistência antimicrobiana de mastite bovina em propriedade leiteira no município de Monte Negro/RO

Marilene Cades, Dayane da Silva Zanini, Hortência Laporti de Souza, Jhennifer Duarte Silva, Akis Arisson Borges Fink, Igor Mansur Muniz

Resumo


A mastite bovina pode ser considerada a causa mais frequente de uso de antibióticos em vacas leiteiras. Devido o uso incorreto dos antibióticos, o tratamento da mastite também é apontado como principal causa de ocorrência de resíduos de antibióticos no leite. Especula-se, adicionalmente, que o uso indiscriminado e sem fundamentação técnica de antibióticos para o tratamento de doenças de origem bacteriana seja uma possível causa de desenvolvimento de resistência microbiana. Desta forma, mesmo considerando a grande importância do uso dos antibióticos para a manutenção da saúde, do bem estar animal e da produtividade, diversas preocupações surgem quando não é feito o uso responsável e adequado dos antibióticos, o que não é interessante, pois reduz o potencial de utilização de uma droga, quando se considera o longo prazo. A pesquisa foi realizada em uma propriedade leiteira do Município de Monte Negro/RO, por apresentar alto índice de casos de mastite e uso indiscriminado de antibióticos, ocorreu por meio de aplicação de um questionário contendo questões semi-estruturadas e coleta de amostras para teste de antibiograma. A pesquisa objetivou o estudo do uso indiscriminado de antibióticos na propriedade, e influência quanto à resistência bacteriana na atividade leiteira e na saúde humana. De maneira geral verificou-se a necessidade de orientação para o uso de antibióticos mediante o diagnóstico da doença e a prescrição do medicamento ser realizada por médico veterinário, pela adoção da posologia recomendada e respeito ao período de carência do medicamento, de modo a prevenir danos à saúde humana.


Texto completo:

PDF


Contador de Acessos/ Access Counter


Mapa de Acessos/ Access Map