Grupos florísticos em remanescente de Floresta Ombrófila Aberta Submontana

Raquel Helena Felberg JACOBSEN, Marta Silvana Volpato SCCOTI, Everton BARBOZA, Anderson Roberto BENTO, Romas Pereira da SILVA

Resumo


O presente estudo teve por objetivo analisar a formação grupos florísticos em um trecho de Floresta Ombrófila Aberta Submontana. O trabalho foi realizado no Parque municipal de Pimenta Bueno, RO, onde foram instaladas sete parcelas permanentes de 50x 50 m, subdivididas em subunidades de 10x10m, totalizando 175 subunidades. Foram amostrados todos os indivíduos arbóreos com DAP (Diâmetro Altura do Peito) ≥ 10 cm. A análise de agrupamentos foi feita pelo método Twispan (TwoWay Indicator Species Anaysis), calculado no programa Fitopac 2. Na área de estudo foram amostrados um total de 730 indivíduos, representando uma densidade de 417 ind.ha-1. A análise de agrupamentos indicou que no remanescente existem dois grupos distintos, caracterizados pelo seu estágio sucessional. O Grupo I foi composto pelas espécies indicadoras Protium sp. e Pseudolmedia multinervis, e o Grupo II, pelas espécies indicadoras Simarouba amara, Xylopia sp., Protium spruceanum, Ocotea canaliculata e Pseudolmedia laevis. O Grupo I representou o trecho mais conservado da floresta, com maior incidência de espécies esciófilas, já no Grupo II, o conjunto florestal ainda se encontra em uma fase de reestruturação.

Texto completo:

PDF


Contador de Acessos/ Access Counter


Mapa de Acessos/ Access Map