Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista Brasileira de Ciências da Amazônia – RBCA é uma publicação com caráter Interdisciplinar de fluxo contínuo revisada por pares, que publica estudos originais em português ou inglês, resultantes de pesquisas nas áreas de Ciências Biológicas, Agrárias, Meio Ambiente e Ciências Humanas, desenvolvidas ou aplicadas à região Amazônica.

O objetivo da revista é disponibilizar o conhecimento produzido sobre a Amazônia, para comunidade científica e demais interessados. Desta forma, a revista oferece acesso livre on-line e imediato ao seu conteúdo. Essa política aumenta a velocidade de publicação e o impacto dos artigos e seus autores.

 

Tipo de publicações

- Editorial

Editorial é o espaço reservado para os Editores e Chefes de Seção se manifestarem oficialmente à autores e leitores sobre a revista e outras questões científicas de relevância. Está seção e seus comentários, opiniões, visões sobre temas científicos representam a visão oficial da revista. A visão geral da revista não é definitiva e sempre estará aberta a discussões na Seção Correspondência.

Esta seção é exclusiva para os editores e chefes de seção.

 

- Artigos

Artigos de pesquisa são contribuições significativas e originais para sua área de conhecimento com no mínimo 8 (oito) páginas e no máximo 30 (trinta) páginas. Contribuições com tamanho inferior a oito páginas serão publicadas como Notas científicas/Correspondências; contribuições maiores que 30 páginas serão publicadas na íntegra como edição especial. A estrutura dos artigos científicos está descrita detalhadamente na Seção “Preparação do texto”.

 

- Notas científicas/Correspondências

Notas científicas/Correspondências são contribuições significativas e originais para sua área de conhecimento com no máximo 8 (oito) páginas. É considerada um artigo de pesquisa curto, desta forma respeitando as normas de Artigos. Tratando-se de opiniões e/ou visões sobre temas científicos, réplicas e respostas, comentários ou adições/comentários, normas específicas devem ser adotadas (ver seção Preparação do texto). Discussões acaloradas, réplicas e opiniões sobre um mesmo tópico controverso, publicados de forma constante na revista poderão ser encerradas pelo corpo editorial. Para tal, um artigo ou editorial sobre a posição da revista será publicado, e nenhuma outra contribuição de autores sobre o tema será aceita para publicação. Exceções podem ser consideradas a depender dos novos dados.

 

- Estudos de casos

Estudo de caso é um método qualitativo que consiste, geralmente, em uma forma de aprofundar uma unidade individual. O estudo de caso se apresenta a identificação de um problema, analisa as evidências, desenvolve argumentos lógicos, responde questionamentos que o pesquisador não tem muito controle sobre o fenômeno estudado e propõe soluções.

 

- Edições especiais

Edições especiais são contribuições significativas e originais para sua área de conhecimento com no mínimo 30 (trinta) páginas. A RBCA encoraja todos os autores a publicarem estudos complexos de forma completa. Desta forma, a revista não impõe limite máximo de páginas. As normas desta seção são as mesmas dos Artigos. Nesta seção podem ser publicados resumos de congressos, monografias (dissertações, teses e revisões), edições especiais de artigos completos de congressos, entre outros.

 

Políticas de Seção

Ciências Biológicas e Biodiversidade

A seção aceita publicações originais nas áreas de Biologia Geral, Genética, Morfologia, Fisiologia, Bioquímica, Biofísica, Farmacologia, Imunologia, Microbiologia, Parasitologia, Ecologia, Botânica e Zoologia. Aceita-se, preferencialmente, artigos de ciência básica.

Editores
  • Paulo Cruz
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ciências Agrárias e Meio Ambiente

A seção aceita publicações originais nas áreas de Agronomia, Recursos Florestais e Engenharia Florestal, Engenharia Agrícola, Zootecnia, Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, Medicina Veterinária e Ciência, Tecnologia dos Alimentos, Meio Ambiente e Agrárias e Ciências Ambientais. Aceita-se, preferencialmente, artigos de ciência aplicada.

Editores
  • Elaine A. Delarmelinda Honoré
  • Karen Rocha
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ciências Humanas, Ciências da Educação e Ensino

A seção aceita publicações originais nas áreas de História, Geografia, Sociologia, Antropologia, Arqueologia, Ciência Política, Filosofia, Teologia, Educação e Ensino. Assim, estudos que envolvem as Ciências da Educação, em diferentes relações interdisciplinares como as áreas científicas que contribuem para os fenômenos das aprendizagens e para os métodos de Ensino em Ciências Exatas e da Terra, Ciências da Natureza, Letras/Linguística e Artes.

Editores
  • Samilo Takara
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

.

Insira aqui a política desta seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os trabalhos submetidos devem ser originais, não publicados ou submetidos para publicação em outro periódico. As “instruções aos autores” devem ser seguidas criteriosamente. Os manuscritos devem ser redigidos de maneira clara e objetiva, e o uso de abreviaturas e jargões evitado. Aos editores reservam-se o direito de recusar o manuscrito levando em consideração a sua relevância científica e conformidade com as normas estabelecidas. Após o preparo do manuscrito, conforme instruções apresentadas, o mesmo deve ser submetido através de formulário online.

 

 

Periodicidade

Fluxo contínuo.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. Essa política aumenta a velocidade de publicação e o impacto dos artigos e seus autores.