A Representação Social na Constituição do Conselho Municipal de Educação do município de Porto Velho

Angelina Maria de Oliveira Licorio, Osmar Siena

Resumo


Este artigo analisa aspectos da representatividade do Conselho Municipal de Educação (CME), de Porto Velho, buscando identificar sua dinâmica representativa. Na base teórica discute-se a participação social na gestão pública, o papel dos conselhos gestores e dos conselhos municipais de educação. Trata-se de uma pesquisa de natureza aplicada com abordagem qualitativa. Quanto aos seus objetivos a pesquisa se caracteriza como descritiva. Quanto aos procedimentos realizou-se pesquisa documental e pesquisa de campo valendo-se, para a coleta de dados, da aplicação de questionários a todos os conselheiros que compõem o CME, em um total de nove e aos representados em forma de amostragem, adotando critérios geográfico e legal para a construção da amostra. Para análise e interpretação dos dados utilizou-se da análise documental e estatística descritiva. Constatou-se haver uma disparidade quanto à compreensão da representatividade entre conselheiros e seus representados. Concluiu-se que os valores democráticos e de participação cidadã ainda precisam ser mais assimilados pela sociedade de forma geral.


Palavras-chave


Conselhos Gestores. Participação Social. Representatividade.

Texto completo:

PDF


INDEXADORES

 

Logo DIADORIM
Este Periódico possui Licença Creative Commons CC BY-NC-ND 4.0

 

contador grátis