Economia informal e alternativas de formalização: o caso dos microempreendedores individuais do Shopping Independência de Santa Maria-RS

Jéferson Réus da Silva Schulz, Bruna Tadielo Zajonz, Andrea Cristina Dörr, Tônia Magali Moraes Brum

Resumo


O estudo se propõe a analisar a renda, a receita bruta e os custos dos microempreendedores individuais do Shopping Independência de Santa Maria-RS, após sua transferência para o Shopping e inserção no Programa MEI. A coleta dos dados primários ocorreu por meio da aplicação de um formulário junto aos microempreendedores individuais do Shopping Independência em novembro de 2013. Os resultados revelam que houve redução da renda e aumento dos custos dos microempreendedores após sua transferência para o Shopping e inserção no MEI. Conclui-se que a renda do microempreendedor supera a receita bruta do seu empreendimento e que os mesmos não têm somente sua atividade de comércio no Shopping Independência como única fonte de renda.


Palavras-chave


Economia Informal; MEI; Receita Bruta; Renda; Custos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18361/2176-8366/rara.v7n2p201-226

INDEXADORES

 

Logo DIADORIM
Este Periódico possui Licença Creative Commons CC BY-NC-ND 4.0

 

contador grátis