A Influência da Educação Financeira e os Fatores Emocionais: Um Estudo com Alunos de Contabilidade e Engenharia

Jefferson Pereira Andrade, Wenner Glaucio Lopes Lucena

Resumo


O presente trabalho teve como objetivo verificar a influencia dos fatores emocionais e da educação Financeira nas decisões de alunos dos cursos de engenharia e contabilidade de uma universidade pública. O estudo caracteriza-se como uma pesquisa de levantamento com aplicação de 240 questionários que visavam levantar o perfil dos respondentes; nível de educação financeira e influencia dos fatores emocionais em suas decisões. Verificou-se que os alunos sentem-se preparados para gerir suas finanças pessoais, no entanto demonstraram possuir um baixo nível de conhecimento financeiro. Verificou-se que 45,41% acreditam que seus sentimentos influenciam suas decisões financeiras e que a falta de educação financeira sugere que os alunos estão mais propensos ao endividamento e os sentimentos os levam principalmente a realizar gastos desnecessários.

Palavras-chave


Educação Financeira, Finanças Comportamentais, Decisões Financeiras

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.18361/2176-8366/rara.v6n3p48-67

INDEXADORES

 

Logo DIADORIM
Este Periódico possui Licença Creative Commons CC BY-NC-ND 4.0

 

contador grátis