Análise de eventos pluviométricos extremos no município de Ji-Paraná, Rondônia / Analysis of extreme rainfall events in the city of Ji-Paraná, Rondônia

Vinicius Alexandre Sikora de Souza, Rhayanna Kalline do Nascimento, Ronei da Silva Furtado, Ana Lúcia Denardin da Rosa

Resumo


Chuvas intensas são fenômenos metrológicos que provocam cheias nos sistemas de drenagem tais que as vazões de pico atingem valores próximos da capacidade máxima de tais sistemas. Atualmente a melhor solução para a caracterização e estimativa desta variável é a utilização de curvas Intensidade-Duração-Frequência (IDF), as quais consistem em modelos matemáticos semi-empíricos que prevêem a intensidade precipitada por meio da duração e distribuição temporal. Este trabalho tem por objetivo estimar a Equação de Intensidade-Duração-Frequência de chuvas intensas para o município de Ji-Paraná – RO, situado na Amazônia Ocidental, constituindo dessa forma curvas IDF para tal localidade. Utilizou-se uma série de dados entre os anos de 1975 e 1997, a qual foi analisada pela distribuição de Gumbel, sendo a mesma posteriormente relacionada, por meio da desagregação de chuva diária, para períodos de retorno compreendendo 2 a 100 anos e durações pluviométricas de 5 minutos a 24 horas. Constatou-se que a equação confeccionada por este estudo apresenta uma vasta aplicabilidade em obras e atividades hidrológicas, devido à grande amplitude dos intervalos utilizados. Além disso, verificou-se que tal expressão mostra-se viável de uso, pelas análises e testes estatísticos, a qual foi submetida, onde foi observada uma relação perfeitamente positiva entre a intensidade precipitada em relação a duração e período de retorno. Além de ser possível afirmar com 99,995% de confiança que tal equação é significativa para os dados utilizado. 

Palavras-chave: Amazônia Ocidental. Curva de Intensidade-Duração-Frequência. Testes estatísticos. Chuvas Intensas.


ABSTRACT. Heavy rains are metrological phenomena that provoke floodings in the drainage systems that lead the flows to achieve peak values near the maximum capacity of such systems.  Currently the best solution for thecharacterization and estimation of this variable is the use of intensity-duration-frequency curves (IDF), wich consist in the semi-empirical mathematical models that predict the intensity precipitated by the duration and temporal distribution.  This paper aims to estimate the IDF Equation of heavy rains for the city of Ji-Paraná, Rondônia, located in the Western Amazon, forming IDF curves for the cited location. It was used series of data between 1975 and 1997, wich was analysed through the Gumbell distribution, the same being subsequently linked – through the disaggregation of daily rainfall – to return periods comprising 2 to 100 years and rainfall durations of 5 to 24 hours. It was found that the equation provided by this study presents a wide applicability in hidrological works and activities, due to the large width of the ranges used. Furthermore, it shows that this expression is feasible to use for statistical analysis and testing, to wich it has been subjected, where a perfectly positive relation was observed between the intensity precipitated with respect to duration and time of return. Besides, it is possible to affirm with 99,995% of confidence that this equation is significant for the data used. 

Texto completo:

PDF


Revista da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa  (PROPESQ/UNIR)

www.propesq.unir.br