A expressividade da escrita contemporânea em “O Filho Eterno” de Cristovão Tezza / the expressiveness of the contemporary writing in “The Eternal Son”, by Cristovão Tezza

Dinalva Barbosa da Silva

Resumo


Este texto tem como objetivo estudar a expressividade do estilo literário na escrita contemporânea e o valor conotativo da palavra “máquina” em O filho eterno, de Cristovão Tezza. Este romance tem como pano de fundo a cidade de Curitiba, cercada pelo “maravilhoso mundo novo”, no qual palavras como máquina e coisificação são significativas. Para tanto, toma como corpus teórico os estudos de Maurice-Jean Lefebve e José Lemos Monteiro. O intuito é explorar na obra, como um todo, os recursos estilísticos que possuem relevância estilística e que expressam a realidade social do homem na relação com o meio e consigo mesmo, porém, num contexto simbólico, o espaço ficcional do arranjo narrativo. 

Palavras-chave: Estilo. Expressividade. Realidade. Contemporâneo. 

ABSTRACT: This paper aims to study the expressiveness of literary style in the contemporary writing and the connotative value of the Word “machine” in The eternal son, by Cristovão Tezza. This novel has as scenario the city of Curitiba, surrounded by the “brave new world” in wich words as machine and objectification are significant. Therefore, it assumes as theoretical corpus the studies of Maurice-Jean Lefebve and José Lemos Monteiro. The aim is to explore in the work as a whole the stylistic features that are relevant and that express mankind social reality in relation to the environment and oneself but in a symbolic context, the fictional space of the narrative arrangement.  

Keywords: Style. Expressiveness. Reality. Contemporary.

Texto completo:

PDF


Revista da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa  (PROPESQ/UNIR)

www.propesq.unir.br