As Cariátides Tapajônicas: Propostas Hermenêuticas

Odair José Petri Vassoler

Resumo


O artigo presente trata das possibilidades de interpretação do simbolismo da iconografia da cerâmica Tapajônica, em específico os tipos conhecidos como vasos de cariátides, que são encontrados em sítios arqueológicos nas áreas definidas como o antigo local de povoamento do grupo étnico denominado Tapajó nas proximidades de Santarém.

O que se busca neste artigo é realizar inferências a partir de analogias dos motivos iconográficos das cerâmicas de cariátides tapajônicas com as informações arqueológicas disponíveis sobre a região amazônica, os dados etnohistóricos levantados sobre os Tapajó e os dados etnográficos levantados entre outros grupos indígenas amazônicos (Shipibo-Conibo, kalapalo, Kamayurá etc...) referente aos ritos de passagem e à semiótica dos ícones e símbolos das cerâmicas tapajônicas a partir do modelo de analogia relacional especificado por Ian Hodder, tendo como enfoque também a interpretação no modelo estruturalista de Levi-Strauss.


Texto completo:

PDF