DESAFIOS DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS NA FORMAÇÃO INICIAL PARA A DOCÊNCIA

CristianeCruz de Oliveira Menezes OLIVEIRA Cruz

Resumo


Este artigo tem como propósito relatar resultados de uma pesquisa que objetivou compreender o processo dos desafios na construção da vida universitária de estudantes em início de formação docente. Os sujeitos foram acadêmicos dos primeiros e segundos períodos dos cursos das licenciaturas em Ciências (Biologia e Química), Ciências (Matemática e Física), Letras (Língua Portuguesa e Inglesa) e em Pedagogia do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente-IEAA da UFAM. A pesquisa pautou-se na abordagem qualitativa e os aportes teóricos tiveram como base principal os estudos de Teixeira (2005), Lukesi (2006), Coulon (2017), Goldenberg (2017), Zabalza (2004), Zago (2006). Na perspectiva de alcançar o objetivo proposto, algumas questões foram norteadoras, em especial as relacionadas à escolha do curso; às dificuldades de ensino e aprendizagem; às atividades de ensino, pesquisa e extensão e os desafios na construção inicial da formação docente. A metodologia utilizada na coleta dos dados foi entrevista semiestruturada e questionário e, a partir de análise e discussão do material coletado, os resultados emergidos mostraram a deficiência com que os estudantes chegam ao ensino superior apresentando a falta de maturidade cultural, social e econômica, desprovidos, também, de estrutura acadêmica e teórica, causando, portanto, o retardo à adaptação na vida universitária. Contudo, a pesquisa evidenciou a resiliência por parte dos participantes, e a necessidade institucional de proporcionar melhores condições e apoio acadêmico e pedagógico aos futuros docentes que ingressam na universidade em busca de formação profissional.


Palavras-chave


Estudantes universitários. Formação inicial. Desafios

Texto completo:

PDF


Periódico com início em 2018.  Avaliação Qualis 2017-2018-  B3
Indexado em: