ENSINO MÉDIO COM MEDIAÇÃO TECNOLÓGICA – EMMTEC REESTRUTURAR PARA MERCANTILIZAR

Marcilei Serafim Germano

Resumo


Este trabalho apresenta o projeto de Ensino Médio com Mediação Tecnológica (EMMTEC) como modelo de reestruturação à mercantilização do Ensino Médio, particularmente, no estado de Rondônia. Partimos do princípio segundo o qual as políticas educacionais brasileiras estão historicamente submetidas aos modelos econômicos orientados pelos organismos financeiros internacionais. Os dados da pesquisa de campo foram obtidos mediante aplicação de questionários a 5 docentes, 20 discentes matriculados no ensino de Mediação Tecnológica e 5 representantes de movimentos sociais e sindicais da área de Educação, de Rondônia. A pesquisa adotou, como referencial de análise, os fundamentos do materialismo histórico-dialético, tendo como categorias de análises teoria e prática, realidade, contradição, possibilidade e trabalho. Os resultados obtidos demonstraram que o EMMTEC como programa de governo se insere na lógica da reestruturação produtiva de maximização dos custos por meio da diminuição do número de escolas/salas/turmas e professores. Constatamos ainda que o EMMTEC, em consonância com as políticas dos organismos internacionais, desmantela o ensino público, negando a oportunidade de uma educação inclusiva e de qualidade às classes mais necessitadas.

 

Palavras-chave: Políticas Educacionais. Educação como Mediação Tecnológica. Reestruturação. Mercantilização.

 


Texto completo:

PDF


Periódico com início em 2018.  Avaliação Qualis 2017-2018-  B3
Indexado em: