A ADOLESCÊNCIA ATRAVESSADA PELO HIV/AIDS: O CUIDADO E SUAS INTERFACES

DIANA MIRANDA DE FARIAS PRIETO RUGELES

Resumo


RESUMO

 

Objetivo: O objetivo deste estudo foi analisar a complexidade e os paradoxos do cuidado multidisciplinar dirigido a adolescentes portadores de HIV/AIDS por transmissão vertical e como tais responderam ao fato de ter uma doença crônica adquirida através do “Legado Familiar”.

Método: Delimitou-se como campo de pesquisa entrevistas e relatos de adolescentes entre doze e dezoito anos, que contraíram a doença ao nascerem das suas mães. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com adolescentes de 12 a 18 anos infectados por transmissão vertical, acompanhados clinicamente no ambulatório de Serviço de Atendimento Especializado (SAE[1]).

Resultado: As coletas de dados obtidas tiveram como resultado repensar as práticas de saúde, o cuidado, e suas interfaces acerca do processo de adolescência e como podemos orientar estes pacientes a terem escolhes de adesão à vida.

A pesquisa abordou como principais temas a clínica do adolescer, permeando a temática da transgeracionalidade, Dor, Corpo e Luto. Teve como referenciais teóricos a Psicanálise de Freud, Torok, Olga Correa, Lacan e literaturas recentes sobre infecção pelo HIV/AIDS. Neste trabalho atendemos à Resolução 466/12 do Conselho Nacional de Saúde.

Conclusão: A proposta do trabalho foi redimensionar um lugar de escuta para que esses adolescentes pudessem falar sobre sua própria historia de vida. Muitos não sabiam dizer como adquiriram HIV e por conta disso, alguns segredos familiares corroboraram para direção do processo de aceitar ou não a doença e se implicar ou não ao tratamento.

 

Palavras Chaves: AIDS, Transmissão Vertical, SAE, Psicanálise, Adolescência, Dor, Luto, Transgeracionalidade e Cuidado.


[1] SAE – Serviço de atendimento Especializado HIV/AIDS


Palavras-chave


AIDS, Transmissão Vertical, SAE, Psicanálise, Adolescência, Dor, Luto, Transgeracionalidade e Cuidado.

Texto completo:

PDF


Periódico com início em 2018.  Avaliação Qualis 2017-2018-  B3
Indexado em: