TRADUÇÃO E LITERATURA: UMA ANÁLISE DE MAD MARIA DE MÁRCIO SOUZA E SUA TRADUÇÃO PARA O INGLÊS POR THOMAS COLCHIE

Andréia Mendonça dos Santos Lima

Resumo


Desde a descoberta das terras brasileiras pelos europeus, a Amazônia tem sido assunto de relatórios, documentos, literatura de viagens e literatura em geral. E a cada vez que alguém a descreve, a partir de seu olhar e de sua cultura, é produzida uma imagem, que muitas vezes é distorcida. Neste caso, podemos afirmar que a Amazônia é traduzida para outros mundos e isso ocorre toda vez que o que se vê é transplantado para outra cultura. Com propósito de analisar a tradução sob esta perspectiva política é que fizemos um estudo comparativo do livro Mad Maria nas versões em português e inglês, observando as imagens que foram feitas sobre a Amazônia no ponto de vista do brasileiro Márcio Souza e do tradutor da versão em língua inglesa, o estrangeiro Thomas Colchie. Usamos como referencial teórico as teorias da literatura comparada, do pós-colonialismo e da tradução. Argumentamos que o tradutor, em muitas partes do livro, alterou a tradução de palavras e frases, interferindo na imagem da Amazônia produzida pelo autor.

Texto completo:

PDF


INDEXADORES

Logo Latindex    

Logo DIADORIM

contador de visitantes