“JÁ NÃO SÃO INDÍGENAS MAIS PUROS”: CONCEPÇÕES DE DOCENTES DOS ANOS INICIAIS DE UMA ESCOLA PÚBLICA AMAZÔNICA SOBRE IDENTIDADES/DIFERENÇAS INDÍGENAS

Genivaldo Frois Scaramuzza, Orlandina Sousa Sousa, Josimeire Ferreira Aguiar

Resumo


O artigo produz uma discussão referente à temática das identidades/diferenças indígenas no contexto de uma escola Pública de Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação da cidade de Ji-Paraná – RO. Metodologicamente, a pesquisa é sustentada a partir da perspectiva qualitativa (REY, 2005) utilizando técnicas de entrevistas ancoradas em Silveira (2007). Destacam-se os seguintes autores: Hall (2007); Costa (2003); Woodward (2000) entre outros. Concluímos que as concepções docentes instituídas na escola a respeito das identidades/diferenças indígenas estão profundamente articuladas as tramas coloniais amazônicas, orientam-se por conteúdos que adensam a colonialidade do saber, capturam a diferença pelo viés do estereótipo ao marrá-las como expressões do passado.

Palavras-chave


Concepções; Identidades/diferenças; Docentes; Povos Indígenas

Texto completo:

PDF


INDEXADORES

Logo Latindex    

Logo DIADORIM

contador de visitantes