A POESIA COMO FORMA DE CONHECIMENTO E AÇÃO NO MUNDO: ENTREVISTA COM PÁDUA FERNANDES

Vitor Cei

Resumo


Antonio de Pádua Fernandes Bueno nasceu no Rio de Janeiro, em 1971. Possui graduação em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1992), mestrado em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1996) e doutorado em Direito pela Universidade de São Paulo (2005). Atualmente é assessor da Comissão da Memória e Verdade, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania da Prefeitura Municipal de São Paulo. Poeta, ensaísta e escritor premiado, Pádua Fernandes ganhou o Prêmio Guavira de Literatura de Mato Grosso do Sul 2016, na categoria Conto, com o livro Cidadania da Bomba. Também recebeu, entre outros, o Prêmio Governo de Minas Gerais de Literatura 2012, na categoria poesia, com o livro Cálcio. Em entrevista exclusiva concedida no primeiro semestre de 2016, ele observa certa efervescência na literatura brasileira contemporânea, avalia que o maior desafio do autor brasileiro não é, realmente, publicar, e sim ser lido depois, e revela ter visto na poesia uma forma de conhecimento e de ação no mundo.


Palavras-chave


Poesia. Crítica. Pádua Fernandes.

Texto completo:

PDF


INDEXADORES

Logo Latindex    

Logo DIADORIM

contador de visitantes