Como a Internet Mostra a Exótica Amazônia: Mitos e Idealismos Coloniais na Cibercutura

Eline Araújo dos Santos Barbosa

Resumo


A percepção da Amazônia, como exótica, remonta aos tempos da colonização, quando relatos de viajantes, missionários e cientistas elaboravam escritos permeados de fantasias relacionadas às peculiaridades físicas e naturais da região. Esses relatos conferiram um caráter ambíguo ao exotismo associado ao Novo Mundo: de um lado a fauna e a flora exuberante, de outro, os nativos e o clima úmido. Não obstante o advento da internet e a facilidade de comunicação, ainda se percebem, nos relatos e opiniões das páginas da web, incluindo as quatro aqui analisadas, imagens recorrentes caracterizadoras da região amazônica povoando o imaginário de brasileiros e estrangeiros, ao nível do senso comum. A partir dos estudos de Edward Said (1990), Homi Bhabha (1998), Neide Gondim (1994) e Márcio Souza (2001), o presente artigo tem por objetivo mostrar que mesmo com o advento da cibercultura, definida por Pierre Lévy (1999), a Amazônia ainda é descrita pela perspectiva do outro, não pela sua localização geográfica, mas pela representação de um lugar feita por outro; pela imagem, e não pela realidade. 


Texto completo:

PDF


INDEXADORES

Logo Latindex    

Logo DIADORIM

contador de visitantes