O repensar da indústria cultural no contexto da educação e da formação da sociedade

Clarides Henrich de Barba, Camila Felisberto Sousa, Elizângela Mendes de Araújo

Resumo


Este trabalho tem por objetivo discutir a teoria crítica baseada nas abordagens de Theodor Adorno e Max Horkheimer. O embasamento teórico é a Teoria Crítica da Escola de Frankfurt a respeito da Indústria Cultural diante da modernidade na visão crítica da sociedade. Encontram-se nesta pesquisa as seguintes obras: Educação e Emancipação, Indústria Cultural, sustentada nos conceitos da História. Propõe-se a mostrar a influência da indústria cultural na educação quanto nas relações pessoais cotidianas, partindo do pressuposto da cultura e suas interfaces com Economia e o próprio Estado, diante das funções sociais que permeiam a sociedade moderna. Agrega-se a essa condição histórica a constatação de que, em cada estágio de desenvolvimento, a sociedade capitalista privilegia a individualidade, representando um processo de indústria cultural. Deste modo, a educação poderá ter um papel de formação da consciência crítica, contribuindo para o desenvolvimento da criatividade, dos valores éticos, estéticos e da participação política em nossos ambientes educativos e sociais.

 

Palavras - chave: Educação. Teoria Crítica. Indústria Cultural. Dialética do Esclarecimento.


Palavras-chave


Educação. Teoria Crítica. Indústria Cultural. Dialética do Esclarecimento.

Texto completo:

PDF


INDEXADORES

Logo Latindex    

Logo DIADORIM

contador de visitantes