MAPEAMENTO E PERSPECTIVAS TEÓRICO-METODOLÓGICAS DOS CURSOS DE PORTUGUÊS PARA IMIGRANTES E REFUGIADOS NO BRASIL A PARTIR DE 2010

MARÍLIA LIMA PIMENTEL COTINGUIBA, MIRLA CRISTINA DOS SANTOS SILVA, GERALDO CASTRO COTINGUIBA

Resumo


Este artigo tem por objetivo apresentar os resultados parciais de uma pesquisa em andamento sobre as perspectivas teórico-metodológicas de cursos de português no Brasil a partir de 2010. Essa pesquisa é classificada como aplicada, delineada por uma pesquisa de campo, etnográfica e participante, realizada em um curso na cidade de Porto Velho. Nos cursos de outros estados brasileiros foram aplicados questionários via google doc, bem como entrevistas via aplicativos de whatsapp, facebook, messenger e email. Foram mapeados, inicialmente, 50 cursos de português, sendo a maioria nos estados e São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais. Os primeiros resultados apontam que os novos fluxos migratórios para o Brasil, complexos e diversificados demandam a emergência de cursos que tomem o ensino do português brasileiro de forma a promover a autonomia dos aprendizes, pautado na inserção sociocultural, para que os imigrantes e refugiados possam desenvolver as habilidades linguísticas da língua alvo para alcançar seus objetivos na sociedade destino, nesse caso o Brasil.


Texto completo:

PDF

Referências


ANUNCIAÇÃO, Renata F. Mendonça de. A língua que acolhe pode silenciar? Reflexões sobre o conceito de “português como língua de acolhimento”. In. Revista X (Curitiba), v.13, p. 35-56, 2018.

BAENINGER, Rosana. Migrações contemporâneas no Brasil: desafios para as políticas sociais. In: Prado, E. e Coelho, R. Migrações e trabalho. Ministério Público do Trabalho, Brasília, Vol. 1, p.79-86, 2015.

CABETE, Marta Alexandra C. (2010). O processo de ensino-aprendizagem do português enquanto língua de acolhimento. Dissertação de mestrado. Universidade de Lisboa. Disponível em: http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/4090/1/ulfl081236_tm.pdf

COTINGUIBA, Geraldo C. Imigração Haitiana para o Brasil: a relação entre trabalho e processos migratórios. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História e Estudos Culturais. Universidade Federal de Rondônia – UNIR, Porto Velho, 2014.

COTINGUIBA, G.C. & PIMENTEL, M.L. Apontamentos sobre o processo de Inserção social dos haitianos em Porto Velho. In. Travessia (São Paulo), v.70, p.99-106, 2012.

GROSSO, Maria José dos Reis. Língua de acolhimento, língua de integração. Horizontes de Linguística Aplicada, v. 9, n. 2, p. 61-77, 2010.

MOITA LOPES, L. P. Uma linguística aplicada mestiça e ideológica: interrogando o campo como linguista aplicado. In: MOITA LOPES, L. P (org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. 1. Ed.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Culturas & Fronteiras