A heterogeneidade na constituição dos dizeres dos professores de língua inglesa

Marcia Iolanda de Souza de Oliveira, Élcio Aloisio Fragoso

Resumo


Este artigo recorta o estudo em Oliveira (2016), abordando e aprofundando as reflexões acerca das formas de heterogeneidade constitutiva do discurso e representada no discurso. Para tanto, analisamos os dizeres de professores de língua inglesa, considerando o modo como interpretam o universo que os cerca. Desse universo buscamos as discursividades que representam os olhares desses sujeitos sobre eles mesmos e sobre a língua que ensinam. No desenvolvimento desta temática buscamos apoio nos trabalhos de Authier-Revuz (1990; 1998), Pêcheux (1995), Morello (1995) e Serrani (1991), em suas abordagens discursivas acerca da relação interdependente das formas de heterogeneidade com a exterioridade. A partir deste corpus observamos que é estruturante para o professor de língua inglesa sua inscrição no imaginário e, em seu engendramento pela exterioridade, a ilusão de centramento é o que restitui a heterogeneidade desse sujeito e de seu discurso. Palavras-chave: Heterogeneidade; Exterioridade; Discurso; Sujeito.

Texto completo:

PDF


RE-UNIR - Revista do Centro de Estudos da Linguagem da Fundação Universidade Federal de Rondônia- ISSN 2594-4916

Indexadores:

   

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.