Identificação de metáforas conceptuais por meio da elaboração de frases não metafóricas correspondentes sintaticamente: uma reflexão sobre o ensino

Patricia Ormastroni Iagallo, Ana Paula Magalhães de Lima

Resumo


Após a teoria da metáfora conceptual, desenvolvida por Lakoff e Johnson (1980) em Metaphors we live by, o fenômeno linguístico da metáfora passa a ser visto com maior complexidade do que a tradição costuma trabalhar dentro do tema das figuras de linguagem. A semântica trabalhada no ensino de língua portuguesa na escola básica precisa acompanhar esses avanços científicos. A partir da perspectiva cognitivista, mais expressões passam a ser entendidas como metafóricas e por isso existe uma dificuldade inicial de identificá-las. Este artigo apresenta uma proposta de trabalho para o estudo da semântica no ensino básico, por meio da comparação de estruturas correspondentes sintaticamente: uma utilizando metáfora e outra utilizando termos que podem ser compreendidos de forma literal. Após uma explicação sobre as metáforas conceptuais, utilizando a noção de corporificação e de esquemas de imagens (LAKOFF; JOHNSON , 1980, 1999; JOHNSON, 1987), elaboramos vinte pares de exemplos de frases, bem como uma breve análise. Palavras-chave: Metáfora conceptual; semântica cognitiva; ensino.

Texto completo:

PDF


RE-UNIR - Revista do Centro de Estudos da Linguagem da Fundação Universidade Federal de Rondônia- ISSN 2594-4916

Indexadores:

   

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.