A LISTA NOMES DAS PARTES DO CORPO COMO AUXÍLIO AO CONFESSOR DE ÍNDIOS NA AMAZÔNIA DO SÉCULO XVIII

Jaqueline Ferreira da Mota

Resumo


Os  objetivos do artigo são: a) Fazer uma breve descrição da arquitetura narrativa do “Confessionário de 1751” e da Grãmatica da Lingua geral do Brazil de 1750 estabelecendo as relações entre as suas partes (Vocabulário, Gramática, Orações e Confessionário), evidenciando o privilégio das tópicas veiculadas e de temas abordados, particularmente relacionados à sexualidade; b) Estabelecer uma comparação do “Confessionário de 1751” com a Grãmatica da Lingua geral do Brazil de 1750. Infelizmente, o códice de 1751 encontra-se manchado e danificado em muitos trechos. Por isso, será analisado à luz de uma comparação com o manuscrito de 1750. Por serem duas obras temporalmente próximas, sua comparação permitirá averiguar as continuidades e as descontinuidades da missão no Pará e apreender vestígios das práticas dos confessores; c) Relacionar a lista Nomes das partes do corpo pertencente ao manuscrito de 1750 com as ocorrências de palavras relacionadas ao corpo presentes em outras seções desses documentos setecentistas e também em confessionários dos séculos XVI e XVII para inventariarmos como a sexualidade indígena presente em vocabulários e listas específicas auxiliaram o confessor de índios que precisava inquirir o penitente índio quanto às faltas cometidas contra o sexto mandamento.


Palavras-chave


confessionários, língua tupi, partes do corpo, sexualidade

Texto completo:

PDF