ENTRE PRÁTICAS E SABERES: INCORPORAÇÃO DE ENCANTADOS NA UMBANDA

Leonardo Lucas Britto, Sérgio Luiz de Souza

Resumo


A umbanda é uma religião afro-brasileira na qual os religiosos entendem que a incorporação é uma forma para se viver em comunicação com os espíritos e com as pessoas. A partir dessa prática, cria-se uma forma diferenciada de experiência religiosa e de vida, que dialoga com contextos mais amplos da sociedade e também com as culturas dos religiosos. O pensamento religioso não se relaciona apenas com representações, mas também influencia nas práticas dos sujeitos. A partir disso, neste artigo, realizado por meio de pesquisas antropológicas, procura-se compreender como os umbandistas na cidade de Porto Velho (RO) representam os povos indígenas a partir da incorporação de espíritos de índios que, segundo as narrativas, um dia foram vivos na terra. Mediante experiências e saberes próprios do contexto umbandista, fortemente influenciados pelas culturas amazônicas e as encantarias/encantados da Amazônia, os religiosos criam representações diferentes das hegemônicas na sociedade brasileira acerca dos povos indígenas.

Palavras-chave


Cultura. Religião. Umbanda. Afro-brasileira. Encantados.

Texto completo:

PDF


Resultado de imagem para PROPESQ UNIR