RUSGA DE MATO GROSSO: QUESTÕES DE ECONOMIA POLÍTICA NO SÉCULO XIX

José Manuel Marta

Resumo


O artigo trata de um movimento popular ocorrido em 1834, nos marcos da Independência politico econômica do país, em Mato Grosso. Discute-se a importância do investimento no processo de desenvolvimento de determinada região e algumas consequências relacionadas a esses procedimentos. Dentre essas consequências está uma letargia econômica que se apropriou da região até aproximadamente 1870 quando se iniciam transformações relacionadas ao processo Imperialista decorrente da Revolução Industrial na Europa e a introdução de novas tecnologias de transporte e indústria, especialmente nas regiões do sul e no norte da província, assim como próximo à Capital.


Palavras-chave


Revoltas nativistas, investimentos, desenvolvimento, independência.

Texto completo:

PDF


Resultado de imagem para PROPESQ UNIR