A POBREZA NA CIDADE DE MANAUS, 1880-1910

Maria de Jesus do Carmo de Araújo

Resumo


O presente artigo aborda a pobreza na cidade de Manaus no período de 1880-1910, onde houve um grande fluxo migratório para cidade, e políticas públicas foram necessárias para que se mantivesse a ordem na Paris dos Trópicos, mas a forma que foi utilizado o código de postura e regulamentos acabaram por proporcionar a população mais pobre da cidade, a exclusão social. Com a crescente pobreza na urbe, instituições como a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital dos Alienados Eduardo Ribeiro, acabavam por recolher aqueles que fugiam aos padrões da época, como indigentes, vadios, prostitutas, loucos e até mesmo trabalhadores. No intuito de embelezar a cidade de Manaus e também higienizá-la, as novas posturas ditas modernas, acabaram por exercer um processo de exclusão não apenas de espaço, mas de política social e cultural. A disciplinarização vai ser utilizada no espaço público e privado, para que a ordem seja mantida em nome do progresso.


Palavras-chave


Manaus – Pobreza – Disciplina

Texto completo:

PDF