ENTRE MITO, LITERATURA E HISTÓRIA: A DESCRIÇÃO DOS BÁRBAROS EM ANDRÔMACA, DE EURÍPIDES

Renata Cardoso de Sousa

Resumo


Nosso objetivo na presente comunicação é analisar como o bárbaro é representado em Andrômaca, de Eurípides, relacionando mito, tragédia e história e mostrando como um discurso de etnicidade pode ser elaborado a partir disso. Cada vez mais, História e Literatura têm se aproximado proficuamente e o estudo dos mitos vêm denotando que eles possuem estreita conexão com a realidade política, social e cultural que os produzem. Desse modo, o mito e a literatura se tornam objetos da História para a pesquisa das sociedades e de seus valores, de seus discursos sobre si e sobre os outros, que interessa ao nosso trabalho.

Palavras-chave


Eurípides; bárbaro; etnicidade

Texto completo:

PDF