Desafios na democratização da educação técnica brasileira

Alan Jhone Carvalho de Araújo, Carolina Yukari Veludo Watanabe

Resumo


A democratização da educação técnica tem passado pelo obstáculo da constante abertura e fechamento de cursos, bem como pelo alto número de evasão de estudantes, impactando negativamente o erário público. Assim, o objetivo foi identificar os desafios do processo educacional enfrentados pelos cursos técnicos. Como metodologia foi realizada uma revisão integrativa da literatura. Para isso, foram usadas as bases de dados Scielo, EBSCO e Web of Science e um total de 21 artigos foram filtrados e analisados. Como resultados, foram encontrados desafios enfrentados por alunos, professores e instituição de ensino. Quanto aos alunos, os desafios foram na escolha do curso, deficiência de ensino anterior, dificuldades na formação básica e problemas pessoais. Quanto aos professores, os desafios estão relacionados à carreira, com baixo salário e carga horária excessiva, e a formação docente, com a necessidade de formação pedagógica para bacharéis e de experiência da prática da profissão por licenciados. Já as instituições de ensino possuem desafios quanto a infraestrutura, projetos pedagógicos de cursos que não integram adequadamente teoria e prática, oferta e implantação de cursos em período não adequado ao público alvo. Todos esses fatores influenciam na prática pedagógica bem como na qualidade da formação e na democratização saudável da educação.

Palavras-chave


Democratização da educação. Cursos técnicos. Desafios na educação. Políticas públicas na educação. Direitos humanos.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, T. L. D. A. et al. Expectativas e percepções dos estudantes do curso técnico em enfermagem com relação ao mercado de trabalho. Texto & Contexto (Enfermagem), v. 20, n. spe, p. 45-51, 2011. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/s0104-07072011000500005 >.

BÓGUS, C. M. et al. Conhecendo egressos do curso técnico de Enfermagem do PROFAE. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 45, n. 4, p. 945-952, 2011. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/s0080-62342011000400022 >.

BONFIM, C. H.; SILVA, C. M. R. Projeto INCUTEC: uma experiência de prática integradora para o curso técnico de administração do IFMA campus Buriticupu. Holos, v. 30, n. 2, p. 75-86, 2014. Disponível em: < https://doi.org/10.15628/holos.2014.1976 >.

BRASIL. Decreto no 5.154 de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 41 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências. CIVIL, C. Brasília: Casa Civil 2004. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d5154.htm >. Acesso em: 19 de agosto de 2019.

______. Resolução no 1 de 5 de dezembro de 2014. Atualiza e define novos critérios para a composição do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, disciplinando e orientando os sistemas de ensino e as instituições públicas e privadas de Educação Profissional e Tecnológica quanto à oferta de cursos técnicos de nível médio em caráter experimental, observando o disposto no art. 81 da Lei nº 9.394/96 (LDB) e nos termos do art. 19 da Resolução CNE/CEB nº 6/2012. . MEC. Brasília: Ministério da Educação 2014. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=16705-res1-2014-cne-ceb-05122014&category_slug=dezembro-2014-pdf&Itemid=30192 >. Acesso em: 16 de agosto de 2019.

CHAQUIME, L. P.; MILL, D. Dilemas da docência na educação a distância: um estudo sobre o desenvolvimento profissional na perspectiva dos tutores da Rede e-Tec Brasil. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 97, n. 245, p. 117-130, 2016. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/s2176-6681/361514036 >.

CORRÊA, H. T.; DIAS, D. R. Multiletramentos e usos das tecnologias digitais da informação e comunicação com alunos de cursos técnicos. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 55, n. 2, p. 241-262, 2016. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/010318134964176471 >.

COSTA, C. C. C. et al. Curso Técnico de Enfermagem do PROFAE - Ceará: uma análise sob a óptica dos egressos. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 43, n. 3, p. 520-527, 2009. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/s0080-62342009000300004 >.

COSTA, R. L. D.; SANTOS, J. C. D. A evasão em cursos técnicos a distância. Educar em Revista, n. 66, p. 241-256, 2017. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/0104-4060.50700 >.

FERREIRA, M. F. et al. Investigação sobre fatores de sucesso e insucesso na disciplina de física no ensino médio técnico integrado na percepção de alunos e professores do Instituto Federal de Goiás - campus Inhumas. HOLOS, v. 29, n. 5, p. 347-368, 2013. Disponível em: < https://doi.org/10.15628/holos.2013.1377 >.

FIGUEIREDO, N. G. D. S.; SALLES, D. M. R. Educação Profissional e evasão escolar em contexto: motivos e reflexões. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 25, n. 95, p. 356-392, 2017. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/s0104-40362017002500397 >.

GÓES, F. D. S. N. D. et al. Necessidades de aprendizagem de alunos da Educação Profi ssional de Nível Técnico em Enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 68, n. 1, p. 20-25, 2015. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2015680103p >.

GUEDES, I. A. C.; SANCHEZ, L. B. A formação docente para a educação profissional técnica e sua influência na atuação dos professores do Instituto Federal do Amapá–campus Macapá: um estudo de caso. Holos, v. 7, p. 238-252, 2017.

IFPR. Apreciação do processo de extinção do Curso Técnico em Eletromecânica Concomitante do Câmpus Paranavaí. Curitiba: IFPR 2013. Disponível em: < http://reitoria.ifpr.edu.br/wp-content/uploads/2013/12/Relato-Extin%C3%A7%C3%A3o-Eletromec%C3%A2nica-Com-Paranava%C3%AD.pdf >. Acesso em: 19 de agosto de 2019.

______. Estudante: Guia dos Estudantes Cursos Técnicos, Oferta 2017-2019, modalidade a distância: Instituto Federal - Paraná - Educação a Distância 2019. Disponível em: < http://ead.ifpr.edu.br/?page_id=5902 >. Acesso em: 19 de agosto de 2019.

IFSP. Resolução no 67/2018 de 04 de setembro de 2018 - Aprova a extinção do curso tecnologia em eletrônica industrial do Câmpus Bragança Paulista. São Paulo: IFSP 2018. Disponível em: < https://www.ifsp.edu.br/images/reitoria/Resolucoes/resolucoes2018/Resol_67_2018_Aprova-a-Extino-de-Tecnologia-em-Eletrnica-Industrial---BRA-04_09_2018.pdf >. Acesso em: 19 de agosto de 2019.

KASSICK, C. N.; BENTO, J. S.; DUTRA, P. R. S. A gestão institucional dos cursos profissionais técnicos de nível médio na modalidade a distância ofertados pela rede e-tec brasil: primeiras aproximações. Revista Inter Ação, v. 39, n. 3, 2014. Disponível em: < https://doi.org/10.5216/ia.v39i3.28738 >.

KOBAYASHI, R. M.; LEITE, M. M. J. Formação de competências administrativas do técnico de enfermagem. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 12, n. 2, p. 221-227, 2004. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692004000200011 >.

MODESTO, M. D. S. A. et al. Avaliação de curso técnico de agente comunitário de saúde sob a ótica dos egressos. Trabalho, Educação e Saúde, v. 10, n. 3, p. 387-406, 2012. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462012000300003 >.

NEIVA-FILHO, D. M.; VASCONCELLOS, C. A. B.; SOUZA, R. O. L. Políticas públicas em educação profissional tecnológica: um foco na formação do curso técnico de nível médio em meteorologia do CEFET/RJ (2000-2009). HOLOS, v. 31, n. 8, p. 304-313, 2015. Disponível em: < https://doi.org/10.15628/holos.2015.2609 >. Acesso em: 27 de agosto de 2019.

OLIVEIRA, A. D. et al. Desafios do trabalho de conclusão de curso na formação do técnico de enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 70, n. 6, p. 1212-1219, 2017. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0105 >.

PERONI, V. M. V. A privatização do público: implicações para a democratização da educação. In: PERONI, V. M. V. (Ed.). Redefinições das fronteiras entre o público e o privado: implicações para a democratização da educação. Brasília: Liber Livro, 2013.

RAMOS, M. S.; STAMPA, I. T. O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego: democratização ou precarização da educação profissional? Textos & Contextos (Porto Alegre), v. 15, n. 2, p. 393 - 407, 2016.

SÁ, M. B. Z.; SILVA, C. F. N.; BATISTON, W. P. Aplicação de oficina orientada por novas tendências de ensino para curso técnico em química: uma parceria entre universidade e escola pública. Investigações em Ensino de Ciências v. 18, n. 2, p. 347-364, 2013. Disponível em: < http://www.if.ufrgs.br/ienci/artigos/Artigo_ID334/v18_n2_a2013.pdf >. Acesso em: 27 de agosto de 2019.

SALES, C. V.; VASCONCELOS, M. A. D. D. M. Ensino Médio Integrado e Juventudes: desafios e projetos de futuro. Educação & Realidade, v. 41, n. 1, p. 69-90, 2016. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/2175-623656094 >.

SANTOS, F. P.; NUNES, C. M. F.; VIANA, M. D. C. V. A Busca de um Currículo Interdisciplinar e Contextualizado para Ensino Técnico Integrado ao Médio. Bolema: Boletim de Educação Matemática, v. 31, n. 57, p. 517-536, 2017. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/1980-4415v31n57a25 >.

SOUZA, J. D. S. Mediação entre a escola e o novo mundo do trabalho na formação de técnicos de nível médio. Trabalho, Educação e Saúde, v. 16, n. 1, p. 123-140, 2018. Disponível em: < https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00095 >. Acesso em: 27 de agosto de 2019.

SOUZA, M. T. D.; SILVA, M. D. D.; CARVALHO, R. D. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), v. 8, n. 1, p. 102-106, 2010.

TAVARES, M. G.; MATSUMOTO, F. M. Panorama geral das Escolas Agrotécnicas Federais após a Reforma da Educação Profissional (1997-2003) Educar em Revista, n. 43, p. 189-203, 2012. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40602012000100013 >.

UNESCO. Educação para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: objetivos de aprendizagem. Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), 2017. Disponível em: < https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000252197 >. Acesso em: 15 de agosto de 2019.

WHITTEMORE, R.; KNAFL, K. The integrative review: updated methodology. Journal of advanced nursing, v. 52, n. 5, p. 546-553, 2005.




DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2019.4502



Direitos autorais 2019 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.