Música “Roda Viva”: desvendando simbolismos

Raquel Rosan Christino Gitahy, Artemisa Piai Silva de Fernandez, Claudia Karina Ladeia Batista, Alessandro Martins Prado

Resumo


O objetivo do presente artigo é realizar uma análise da Música Roda Viva, considerando o momento histórico da ditadura militar brasileira em 1967 vivido pelo autor Francisco Buarque de Holanda, utilizando o viés semiótico da teoria conceitual de Charles Sanders Peirce.  O foco central desta análise está nos simbolismos e metáforas utilizadas pelo autor a fim de driblar o contexto político e ditatorial da época, perfazendo um paralelo entre os significados semióticos na música supracitada. A partir da análise realizada perpetua-se no tempo a visão analítica de toda uma geração diante do regime autoritário da época ditatorial.

Palavras-chave


signo; semiótica; simbolismo; música

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2019.3419



Direitos autorais 2019 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.