O pós-conflito na Colômbia com uma perspectiva de gênero: desafios da educação

Carolina Hamodi Galán, Dora Piñeres de la Ossa, María del Pilar Morad Haydar

Resumo


No presente artigo aborda-se um tópico de realidade absoluta na Colômbia: o pós-conflito. O país viveu durante seis décadas em um conflito armado interno onde o Estado colombiano e os guerrilheiros da extrema esquerda se envolveram inicialmente e depois os grupos paramilitares de direita, os cartéis da droga e as gangues criminosas. Do artigo, esta situação é abordada com uma perspectiva de gênero: parte do contexto educacional do Ensino Superior abordando a relação entre a Universidade e a sociedade; o papel das mulheres durante o conflito armado e durante o pós-conflito é mostrado; reflexões sobre a necessidade de avançar para uma escola de cidadania são apresentadas, vendo as instituições educacionais como elementos de transformação social que se movem para a paz democrática e a igualdade de gênero e considerando os exercícios de cidadania na sala de aula para a construção da paz e igualdade. 


Palavras-chave


Conflito Armado. Pós-conflit. Colômbia. Gênero. Educação.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2018.3224



Direitos autorais 2018 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.