Lei n.º 11.645/2008: estudantes de Santo Antônio de Leverger (MT) e a temática indígena

Armelinda Borges da Silva, Darci Secchi, Suzete da Silva Galdino

Resumo


O presente artigo pretende discutir os cenários da Lei n.º 11.645/2008 referente à temática indígena. Para tanto, investigou-se como a referida legislação é aplicada no quotidiano escolar de uma escola do município de Santo Antônio de Leverger, estado de Mato Grosso e, a partir dos dados, procurou-se apresentar algumas interpretações e proposições. O estudo foi realizado durante os meses de abril a maio de 2018 por meio de um Diagnóstico Rápido e Participativo (WHITESIDE, 1994). Foram utilizados como instrumentos de levantamento de informações, um questionário fechado e a confecção de desenhos por parte das e dos estudantes. O resultado da pesquisa evidenciou que precisamos de ações mais efetivas dentro das unidades de ensino para uma aprendizagem mais emancipatória e crítica sobre os povos indígenas no Brasil, do estado de Mato Grosso e principalmente do município de Santo Antônio de Leverger.


Palavras-chave


Lei n.º 11.645/2008. História e culturas indígenas. Educação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2018.3220



Direitos autorais 2018 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.