Ensinando botânica por meio da confecção de sabonetes de plantas medicinais

Alcilene Bezerra, Dryelle Vieira Rodrigues, Felipe Sant' Anna Cavalcante, Patrícia Guedes Nogueira, Renato Abreu Lima

Resumo


As plantas medicinais são utilizadas desde os primórdios da humanidade. Os sabonetes vegetais possuem um maior benefício para a saúde humana e para o meio ambiente, visto que o teor químico da composição dos mesmos é relativamente menor, quando comparado ao sabonete comercial. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo confeccionar sabonetes utilizando essências de plantas medicinais da Região Amazônica associando assim com o conhecimento em Botânica. O trabalho foi desenvolvido em uma escola de tempo integral no município de Porto Velho-RO com 120 alunos do ensino médio. As essências de banana, açaí, cupuaçu e buriti foram obtidas comercialmente em Porto Velho-RO. Na escola, aplicou-se um pré e um questionário com a finalidade de levantar informações dos alunos sobre a botânica no cotidiano. Em seguida, realizou-se uma apresentação oral utilizando recursos multimídia para execução do trabalho e posteriormente, uma aula prática dentro da sala de aula utilizando materiais como: glicerina, essências, corante natural, forno e formas de silicone. Verificou-se que os alunos compreenderam de forma contextualizada a importância das plantas medicinais e sua relação com o ensino de Botânica passando a identificar que os vegetais fazem parte da vida cotidiana apresentando assim importância na área da pesquisa científica. 


Palavras-chave


Recursos naturais.Botânica.Medicinal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2018.2719



Direitos autorais 2018 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.