Invisibilidade da cultura afro-brasileira: um olhar para o Médio Vale do Itajaí – SC

Geraldo Muller Junior, Melissa Probst

Resumo


A invisibilidade da cultura afro-brasileira é um fenômeno cultural muito presente no Médio Vale do Itajaí, no estado de Santa Catarina. Essa invisibilidade pode ser exemplificada pelo calendário de datas comemorativas nos municípios do Médio Vale do Itajaí, que não possui feriados que comemorem o dia da Consciência Negra (20 de novembro). Além disso, não se percebem monumentos com referências à escravidão e temas similares que ornamentem os municípios da região. É também imperceptível a presença de uma historiografia que aponte a presença de negros na história local. Diante desses fatos realizou-se uma revisão bibliográfica da escrita da história do Médio Vale do Itajaí (historiografia) para tentar lançar um olhar sobre quais motivos tornam a discussão da cultura afro-brasileira restrita nas escolas.  

 


Palavras-chave


Cultura afro-brasileira. Historiografia. Vale do Itajaí. Invisibilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2017.2669



Direitos autorais 2017 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.