Os papeis assumidos pela professora de Educação Infantil e as repercussões para a sua formação

Sinara Almeida da Costa, Maria Lília Imbiriba Souza Colares

Resumo


O texto apresenta as várias denominações e funções designadas à professora da primeira etapa da Educação Básica. Evidencia que designações como: pajem, monitora, jardineira, mestra, tia, entre outras estão, intrinsecamente, ligadas aos objetivos da Educação Infantil em determinados momentos históricos. Apresenta ainda, a criança como sujeito de direitos demonstrando a pretensão de melhoria na qualidade dos serviços oferecidos às crianças pequenas, porém é necessário o comprometimento com a qualidade na formação e tratamento de suas professoras, pois assim será possível contribuir também para a promoção de práticas educativas que permitam as crianças adquirirem elementos que lhes possibilitem participar ativamente da sociedade na qual estão inseridas, que, apesar de sua  complexidade ainda pode e deve ser justa.

 


Palavras-chave


Educação infantil. Formação docente. Práticas educativas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2017.2667



Direitos autorais 2017 EDUCA - Revista Multidisciplinar em Educação



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.