Quadrinhos: uma abordagem multimodal para o ensino de Filosofia

Gabriel Moreira Beraldi, Alda Maria Coimbra

Resumo


A complexidade da realidade que nos cerca exige múltiplas formas de interação, interpretação e reação que transcendem o ler e escrever, fazendo com que o processo de ensino e aprendizagem seja alvo de profunda reflexão. Dessa forma, estudos recentes apontam para a importância da questão do multiletramento e da multimodalidade no contexto escolar. Letrar-se não é o mesmo que ser alfabetizado, vai além do decifrar códigos, diz respeito a dar significado a eles (CATTO, 2013; FERRAZ, 2008; FIGUEIREDO; GUARINELLO, 2013). Nesse sentido há múltiplos letramentos que se constroem de muitos modos. Para fundamentar essa discussão contamos com as contribuições de Halliday (1994) sobre a Linguística Sistêmico-Funcional, e de Fairclough (2003), com a Análise Crítica do Discurso (2003), para quem todo discurso traz consigo uma visão de mundo e uma carga ideológica. Nesse sentido, apresentamos uma sequência didática para a disciplina de Filosofia, no 2º ano do Ensino Médio, em uma instituição pública estadual, cujo objetivo é fazer uma análise do Mito da Caverna de Platão (2000) lançando mão de recursos de pré-leitura, leitura e pós-leitura, além de reproduzir, em forma de HQ, o texto platônico, possibilitando aos alunos (re) fazer relações entre este e a realidade. 


Palavras-chave


Multiletramento; Multimodalidade; Análise Crítica do Discurso; Linguística Sistêmico-Funcional; Mito da Caverna

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2017.2529

Rev. EDUCA e -ISSN 2359-2087

Indexada em:
                                         

Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons - CC BY-NC-ND 4.0

contador de acesso grátis