Formação de professores: olhares sobre a boniteza na mobilização de cultura, saberes e práticas docentes

Kátia Sebastiana Carvalho dos Santos Farias, Suzana Caroline da Silveira Couti, Andréia Paro do Nascimento, Shelly Braum

Resumo


O texto tem como objetivo discutir por meio de relato de experiências, a formação docente a partir de metodologias de formação continuada que priorizem e evidenciem a experiência e a cultura do docente no decorrer da sua trajetória de ação. Os assuntos tratados neste artigo emergiram nas aulas da disciplina Formação de Professores, Cultura, Saberes e Práticas, temas tais como: formação docente contínua, autoformação, prática reflexiva, saberes docentes entre outros que permeiam a atividade docente. Os relatos levaram-nos a concluir que a formação de professores deve se constituir a partir da reflexão sobre a ação, do respeito às vozes dos outros envolvidos no processo de ensino e aprendizagem e da construção da identidade profissional docente. Foi possível fundamentar que o chão da escola é um lugar de formação e autoformação da prática educativa, espaço em que teoria e prática dialogam e que transforme e forme ao mesmo tempo educadores e educandos.


Palavras-chave


Formação contínua. Identidade profissional. Autoformação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2017.2135

Rev. EDUCA e -ISSN 2359-2087

Indexada em:
                                       


contador de acesso grátis