Baixo rendimento na disciplina de matemática

Jerônimo Vieira Dantas Filho

Resumo


Investigou-se o baixo rendimento acadêmico dos alunos do curso de Engenharia de Pesca na disciplina de Matemática. Os alunos foram questionados sobre suas dificuldades no processo de aprendizagem em Matemática. Os estudantes do ensino médio tiveram mais dificuldades em Matemática do que os estudantes do ensino fundamental, a maioria deles não tinha afinidade com a disciplina. Uma vez que o desinteresse foi o principal problema do insucesso do processo de ensino aprendizagem. Boa parte dos acadêmicos admitiram que não estavam aptos para o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), porque não haviam definido suas profissões. Houve relação entre os alunos que foram mal no ENEM e os que reprovaram em Matemática. Os estudantes que tiveram baixas notas no ENEM reprovaram em Matemática e/ou desistiram do curso de Engenharia de Pesca. Os acadêmicos que permaneceram no curso tiveram que superar e compensar a lacuna deixada pela educação básica. Visto isso, as consequências de um ensino mal desenvolvido causaram dificuldades no aprendizado de outros conteúdos específicos, criou inseguranças em relação à Matemática, levou à desistência ou mudança de curso e repúdio em relação à Matemática. Portanto, a deficiência em conhecimentos matemáticos causou reprovação e desistência, consequentemente provocou a subutilização dos recursos investidos na estrutura de espaço físico e recursos humanos.  


Palavras-chave


Educação. Precarização. Matemática.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2017.2129

Rev. EDUCA e -ISSN 2359-2087

Indexada em:
                                         

Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons - CC BY-NC-ND 4.0

contador de acesso grátis