APRENDIZAJE DE LAS MATEMÁTICAS EN PRIMEROS SEIS AÑOS DE EDUCACIÓN BÁSICA EN EL MUNICIPIO DE COMODORO-MT

Sandro Luiz Leseux, Orestes Zivieri Neto, Marta Maria Pontin Darsie

Resumo


Diante dos múltiplos olhares e perspectivas a partir das quais é possível analisar as atuais políticas para o ensino fundamental, o presente estudo objetivou averiguar o conhecimento matemático de alunos do 1º ano do 3º ciclo de formação humana (sétimo ano do ensino fundamental de nove anos), com a perspectiva de compreender o contexto estabelecido pelo que é esperado enquanto objetivos de aprendizagem matemática segundo textos oficiais e o que de fato se tem alcançado no espaço escolar pelo aluno que se encontra nessa fase de escolarização. Para a compreensão desse contexto o estudo buscou responder dois questionamentos. Qual o real efeito das políticas públicas para a qualidade do ensino e da aprendizagem da matemática no ambiente escolar? Os objetivos estabelecidos pelos textos oficiais para educação matemáticas estão de fato sendo alcançados? A partir dessas duas indagações o texto apresenta um recorte dos documentos oficiais a respeito das finalidades e objetivos para essa etapa de ensino, especificamente os objetivos para matemática e, em seguida faz-se a discussão dos dados produzidos por meio da aplicação de atividades matemáticas, revelando um distanciamento significativo entre o esperado segundo os textos oficiais, e o alcançado no espaço da sala de aula. 

Palavras-chave


Políticas públicas. Aprendizaje de las matemáticas. Currículo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2017.1963



Direitos autorais



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.