Programa de internacionalização em Portugal: pesquisa em aula de matemática

Maria Cristina do Espírito Santo Martins, Sirley Leite Freitas, Angélica Ninke

Resumo


Este estudo trata-se de um recorte de uma pesquisa vinculada ao Grupo de Pesquisa em Ensino, Fundamento e Aplicação das Ciências e Matemática - GPEFACIM - IFRO. Tal pesquisa tem como objetivo investigar as metodologias utilizadas pelos professores que atuam nos anos iniciais do ensino fundamental e pesquisar metodologias diferenciadas para o ensino da matemática. Durante o desenvolvimento desta uma das pequisadoras foi selecionada para participar do Programa de Internacionalização da Pesquisa e Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Rondônia - IFRO. Com isso decidiu-se que parte da pesquisa seria desenvolvida em Portugal. A mobilidade estudantil foi realizada num período de três meses em parceria com o Instituto Politécnico de Bragança – IPB. Com as disponibilidades lá encontradas, desenvolveu-se o estudo com o 1.º Ciclo do Ensino Básico em Portugal. Neste artigo daremos ênfase a uma parte da investigação realizada em Portugal, contemplando dois objetivos: identificar os tipos de tarefas desenvolvidas no ensino e aprendizagem da matemática no 1.º Ciclo, e indicar linhas orientadoras para o ensino e aprendizagem da matemática nos níveis elementares. Para a coleta de dados centramo-nos nas entrevistas realizadas com quatro professores de uma escola de 1.º Ciclo do Ensino Básico de Portugal. 

Palavras-chave


Matemática. Metodologias de ensino. Tarefas de sala de aula. Ensino Básico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2016.1900



Direitos autorais



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.