Interdisciplinaridade e formação crítica no Ensino Médio: o caso do LabHum

Marcelo da Silva Araujo

Resumo


Reconhecida como instituição pioneira na implantação da disciplina Sociologia no Ensino Básico, o Colégio Pedro II instalou, desde que se tornou Instituto Federal, uma série de espaços diferenciados de aprendizagem. Os laboratórios temáticos, entre eles o Laboratório de Humanidades (LabHum), do campus Niterói, propõem-se a funcionarem como ambientes de produção do conhecimento para além da sala de aula. O LabHum procura, nesse sentido, efetuar o diálogo entre as disciplinas componentes das ciências humanas (Filosofia, Geografia, História e Língua Portuguesa), de forma a mostrar aos estudantes que seu conhecimento é inerentemente integrado, a despeito das especificidades praticadas nos direcionamentos programáticos. Deste modo, a comunicação e o posterior texto visam colaborar com docentes no que tange à socialização de experiências exitosas de produção do conhecimento na relação ensino-aprendizagem. Desta maneira, o compartilhamento dos resultados de atividades como o Cinelabhum, os cursos de extensão com temáticas jovens e a Iniciação Científica Júnior, para citar alguns, podem inspirar professores a realizarem ações e iniciativas que, em parceria criativa com os estudantes, frutifiquem na busca pela construção de uma educação crítica e coletiva.

Palavras-chave


Ensino Médio; Ensino de Ciências Humanas e Sociais; Laboratórios temáticos; Interdisciplinaridade; Colégio Pedro II.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2016.1880



Direitos autorais



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.