Formação em odontologia voltada para o SUS: uma avaliação discente

Márcia Maria Dantas Cabral de Melo, Fábio Barbosa de Souza, Iris Bruneia Fernandes Pires, Luis Henrique Gonçalves Cardoso

Resumo


Objetivou-se analisar a visão dos formandos sobre o Projeto Pedagógico do curso de Odontologia da Universidade Federal de Pernambuco baseado nas Diretrizes Curriculares Nacionais e iniciado em 2010. Optou-se pelo estudo descritivo de delineamento transversal e abordagem quantitativa.  A população estudada foi o universo dos concluintes (96) nos semestres letivos 2014.1 e 2014.2.  A coleta de dados utilizou questionário estruturado, submetido a validação de face por especialistas. Dois pesquisadores treinados aplicaram o instrumento de coleta de dados junto aos alunos. Participaram 76 alunos, 72,4% eram mulheres e 59,2% tinham de 24 a 35 anos de idade. Houve aprovação da maioria das disciplinas dos três eixos formativos com valores de importância acima dos 50%. Obtiveram menores aprovações algumas disciplinas do eixo humanístico/social (Psicologia, Saúde Educação e Sociedade) e uma do eixo biológico (biofísica). Prevaleceram estratégias de ensino/aprendizagem conservadoras, nos eixos 1 e 2: aulas expositivas/discursivas (96,1%); no eixo 3: atividades clínicas (98,7%). Estágios em clínica básica e de especialidades tiveram importância de 90,8%, e na atenção básica 81,6%. A maioria demonstrou sentir-se capacitada para o exercício profissional. O projeto pedagógico obteve avaliação discente positiva e as deficiências formativas e os problemas apontados em disciplinas específicas merecem revisão.


Palavras-chave


Reformas curriculares; educação em odontologia; integralidade da saúde; sistema único de saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2016.1876



Direitos autorais



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.