Promoção da Igualdade de Gênero nas aulas de Educação Física Escolar no Ensino Fundamental

Douglas Rosa de Souza Silva, João Paulo de Oliveira Faria, Raquel Guimarães Lins

Resumo


As questões de gênero vêm sendo estudadas desde os movimentos feministas do século XIX com o propósito de angariar direitos sociais às mulheres. Entretanto gênero não deve ser tratado somente em relação à mulher, mas relacionado a ambos os sexos com suas feminilidades e masculinidades, assim sendo a construção social do masculino e feminino, que ainda hoje reflete nas aulas de Educação Física levando a separação de meninos e meninas, diferenças que naturalizam o corpo masculino mais forte e o corpo feminino mais fraco. Deste modo, reafirmando os papéis sociais preexistentes para ambos os sexos, reforçando as práticas sexistas. O presente estudo tem por objetivo verificar por meio das aulas de Educação Física na escola a promoção de igualdade de gênero entre os alunos do Ensino Fundamental. Trata-se de uma pesquisa qualitativa com utilização de diário de campo, observação e análise de conteúdo, e realizado em uma escola pertencente à Rede Municipal do Município de Itaperuna – Rio de Janeiro no período de Fevereiro à Março de 2014. Foram observadas 26 aulas de Educação Física do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental. Obteve-se como resultado, que o conteúdo esporte foi predominante nas aulas observadas; as aulas em sua maioria foram separadas por sexo, levando a reafirmação da supremacia masculina e inferioridade do feminino. Pode-se concluir que não há a promoção da igualdade de gênero nas aulas de Educação Física escolar por conta da predominância do conteúdo esporte nas aulas observadas que reforçam a perpetuação do sexismo e dos papeis sociais exercidos por meninos e meninas, sendo sugerido que sejam elaboradas ações pedagógicas de uma Educação Coeducativa e, principalmente de uma Educação Física Coeducativa.


Palavras-chave


Práticas Sexistas. Papéis Sociais. Igualdade de Gênero. Educação Física Escolar.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2015.1626



Direitos autorais



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.