A importância da disciplina de Língua Portuguesa no ensino superior

Simone Cristina Bonatto

Resumo


Neste artigo, discute-se a implantação da educação no Brasil, em especial a disciplina de Língua Portuguesa, constituída em 1549, com a chegada dos primeiros educadores, os jesuítas, até os dias atuais. Pretende-se, abordar principalmente, os momentos em que o ensino superior se manifesta nas cabeças pensantes do país e os meandros percorridos ao longo de sua história. Os avanços e recuos da educação brasileira sempre foram frutos das políticas e dos interesses das classes governamentais. A sociedade, nesse contexto, se coloca apenas como receptora de um ensino forjado para satisfazer a vontade das classes dominantes. Não obstante, o ensino superior, com todas as deficiências existentes, ainda se apresenta como propulsor para o desenvolvimento do Estado. A língua, instrumento de comunicação por excelência, é um modo de ser e um modo de estar, o que assume papel de relevância na dimensão política e econômica de um povo. Ultrapassada a época da dominação colonial, representa uma garantia fundamental de identidade. Daí o fato de serem abordadas teorias sobre a importância desta disciplina no âmbito do ensino superior, além da atuação essencial do docente com “as letras”, uma vez que se percebe a admissão de vários acadêmicos com limitações em relação a utilização adequada da Língua Portuguesa.


Palavras-chave


Língua Portuguesa. Ensino Superior. Ensino-aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2015.1496



Direitos autorais



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.