Alfabetização e tecnologias da informação e comunicação para currículo democrático e inclusivo

Cláudia Justus Tôrres Pereira, Nair F. Gurgel do Amaral, José Lucas Pedreira Bueno

Resumo


A alfabetização, hoje, é compreendida para além da fase de escolarização na qual os sujeitos se apropriam dos conhecimentos da leitura e da escrita e tornam-se competentes para utilizá-los no cotidiano, lendo o mundo ao redor. No entanto, ainda é tema frequente nos debates acadêmicos da área de educação, pois se percebe o fracasso escolar dos estudantes tidos como alfabetizados no que tange a capacidade de utilizar os conhecimentos aprendidos nesta etapa escolar. Neste cenário, destaca-se a questão se a metodologia e os recursos utilizados pela maioria dos professores de alfabetização não estão atendendo a necessidade de desenvolver leitores e escritores críticos e participativos, frente ao universo das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), que organizaram grande parte das atividades de nossa sociedade. As práticas educativas repetitivas, mecânicas, de aplicação social restrita e sem significados para os estudantes têm gerado um aprendizado de habilidades automatizadas e descontextualizadas das atuais demandas sociais. Este aprendizado não possibilita o desenvolvimento de pessoas críticas, capazes de lutar contra os discursos ideológicos das classes dominantes. As TIC surgem como meios para dinamizar a prática alfabetizadora, trazendo essa realidade para o contexto escolar. Desta forma, o presente trabalho busca refletir sobre como as TIC podem contribuir para uma prática docente alfabetizadora democrática, para transformar a alfabetização em um momento de aprendizagem de habilidades e competências necessárias para o educando ser considerado um sujeito letrado e agente em seu meio sociocultural.


Palavras-chave


Alfabetização. Tecnologias de informação e comunicação. Inclusão. Currículo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26568/2359-2087.2014.1098



Direitos autorais



Revista EDUCA     |     e-ISSN 2359-2087     |     DOI https://doi.org/10.26568

A Revista Educa é signatária da DECLARAÇÃO DO MÉXICO - Declaração Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomenda o uso da licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual (CC BY-NC -SA, em inglês) para garantir a proteção da produção acadêmica e científica regional em Acesso Aberto.

Educa Journal is signatory of MEXICO DECLARATION - LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT Joint Declaration recommending the use of the license to ensure the protection of academic production and regional scientific research in Open Access.

La Revista Educa es signataria de la DECLARACIÓN DE MÉXICO - Declaración Conjunta LATINDEX-REDALYC-CLACSO-IBICT que recomienda el uso de la licencia Creative Commons Asignación-NoComercial-CompartirIgual (CC BY-NC -SA, en inglés) para garantizar la protección de la producción académica y científica regional en Acceso Abierto.